Blog do Lula é Voz do Brasil 2.0

A principal característica dos blogs, é a interação. A interação, através dos comentários, é um importante canal de comunicação entre quem escreve e quem lê.

Os “gênios” que acessoram o Lula e dirigem o seu (dele) aparato de comunicação e marketing, certamente desconhecem esse comezinho fato.

O internauta não é um beócio. Independente de classe social ou econômica, os leitores dos blogs são pessoas conectadas com a tecnologia e não são vuneráveis ao lenga lenga do oficialismo propagandístico. Sabem perfeitamente o que esperam encontrar, principalmente em termos de veracidade e sinceridade, em um blog. Para satisfazer esse novo ‘consumidor’ é primordial que ele, o leitor, se sinta em contato direto com o autor.

Sem permitir a participação dos leitores através dos comentários, o blog do apedeuta será somente um inútil folhetim da mais relés propaganda populista.

Homens, Mulheres, Crianças e Novas Mídias

Novas tecnologias, novas mídias. Novas humanidades. Como sempre, aliás.
por Daniel Pizza

Choveu. Muito. E ainda chove, pouco. Nada que consiga piorar o caos do trânsito do Rio, que saiu do caos-alegre dos cariocas para o caos-caótico que só vejo em São Paulo em seus piores dias. Túneis fechados são o mínimo. Pior é que todos os carros estavam indo para onde eu queria ir, e havia ido sempre, sem tanta companhia. Perdi o vôo das 21h, que deveria me fazer dormir em casa e estou, às 2h do dia seguinte, esperando — num Galeão vazio de serviços, onde nem água se vende a esta hora — esperando meu novo vôo das 3:25h, que já me disseram que só sairá às 6h, se sair. Mas a última consideração é minha, ninguém me disse. Nem dirá. Desinformação é a norma.

Estranhamente, estou em paz. Combinação do que Padma Samten me fez aprender em alguns poucos encontros, quando tratávamos de coisas sobre as quais não temos nenhum controle (choveu, o avião não pôde voar de X para Y antes e só vai chegar aqui às 5:20h… fazer o quê?), com o sentimento de aprendizado e gratidão por ter participado de um debate na Academia Brasileira de Letras, sobre “O Homem e as Novas Mídias”. O acadêmico Arnaldo Niskier fez a exposição inicial e os comentários foram de Marcos Troyjo, Mônica Dias Pinto e Regina Casé, além de mim mesmo.

Continue lendo