Fatos & Fotos – 14/01/2021

“Laocoonte e seus filhos”.

No dia de hoje em 14 de janeiro de 1506, foi descoberta em Roma, em um vinhedo de um tal de Felice de Fredis, nos arredores da Basílica de Santa Maria Maggiore, colina no centro de Roma perto da Domus Aurea de Nero a famosa escultura, obra coletiva deo artistas: Agesandro, Atenodoro de Rodes e Polydorus de Rhodes. A obra representa o espisódio narrado na Eneida onde o sacerdote troiano Laocoonte e seus filhos são atacados por serpentes marinhas.
O grupo Laocoonte é composto pelo sacerdote de Apolo e pelos seus dois filhos, Antifante e Timbreo, no momento em que são estrangulados pelas serpentes de nomes Porchis e Caroboia. Quando foi encontrada, faltava o braço direito (que só foi achado em 1900), portanto era impossível dizer qual a posição deste membro.
A obra se encontra no Museu Pio-Clementino, nos Museus do Vaticano.


Trump já concedeu 94 perdões ou comutações de pena. Desses 94, ao menos 86 dos beneficiados tinham algum tipo de conexão política ou pessoal com o presidente.


Ministério da Saúde ignorou recomendação de trazer seringas por avião e trouxe por navio.
A secretaria executiva do ministério, controlada pelo oficial do Exército Élcio Franco, ignorou o alerta e optou que a entrega fosse feita por via marítima, mesmo cientes das diferenças quanto ao tempo de entrega.


Joseph Wright
Landscape with a Rainbow, 1794


Trump piando fininho desde que a possibilidade de ir em cana se materializou no horizonte, comprovando aquela história: cretinos assim só se criam porque as instituições fazem questão de permitir. Se a lei operasse como deve, esses fascistóides não saíam de dentro do quarto.


A verdade é que Bolsonaro conseguiu neutralizar todas as notícias e fatos sobre a corrupção da família e dele mesmo nas esferas do MP estadual e MPF, PF e PC do Rio.
A impressão que passam pelos telejornais é que a familícia é limpinha. E segue-se o golpe.



Foto do dia Helmut Newton


ONG global de Direitos Humanos acusa Bolsonaro: sabota combate ao coronavírus, incentiva violência policial e queimadas


Toyota Concept-i


Pintura de Gari Melchers
Young Woman Sewing, 1919


Segundo a capa da Revista Veja, em dezembro, 2021 será o “ano da virada” da economia no Brasil. A capa traz a foto gloriosoa do Ministro Paulo Guedes. Vaticínio ou agouro? Ou tudo junto e misturado pelo “chef” Cloriquina?
General Mills anuncia fechamento de fábrica da Yoki no Brasil: é a terceira empresa dos EUA em uma semana
Depois da Ford e Forever21, agora é a vez da General Mills. A empresa dos EUA anunciou o fechamento de sua fábrica no Rio Grande do Sul. A General Mills, com sede em Minnesota, é uma das 10 maiores empresas de alimentos do mundo.


Grafitti – Banksy


Ivan Shishkin – Pine forest, 1895

Fatos & Fotos – 13/01/2021

O Fotógrafo Alexander Khimushin passa 6 meses viajando sozinho para fotografar povos indígenas da Sibéria. Foram milhares de registros de mais de 40 etnias.

Os frutos da jornada de um homem usando a fotografia para imortalizar culturas remotas pelo mundo.


As primeiras doses das vacinas contra a covid serão destinadas às ‘prioridades’. Como num primeiro momento não haverá doses suficientes para atender todas as ‘prioridades’, será necessário estabelecer as ‘prioridades’ das ‘prioridades’. É aí que mora o perigo.


Design – Anel


Olha aí, pijama incompetente. Sorte sua que você já se escafedeu de Manaus. Se bem que eu não acredito que essa sanção seja aplicda aos bundões.
“Governo do Amazonas aprova lei que prevê multas para quem divulgar notícias falsas sobre a pandemia


Ernesto Araújo – Ministro das Alucinações Exteriores de Southern Banânia – tira férias para não ir à posse de Biden. Hahahahaha. As Bolsas De Tóquio, NY, e Xangai fecharam por causa da relevância dessa notícia. Hahahahaha.


A fotografia desconcertante de Chema Madoz


Cores da Índia


Vacinas e automóveis: ou temos os nossos ou não temos nenhum.
O mais confuso do Bolsonaro é o fato dele falar verdades a serviço de mentiras. É inacreditável. Há de ser algum tipo de plano muito bem executado. Ninguém pode ser tão estúpido assim e chegar onde chegou.
A Coreia, quando começou a produzir automóveis, era um país muito atrasado industrialmente frente ao Brasil. Idem a Índia em matéria de indústria farmacêutica. O mercado interno serviu-lhes de plataforma de exportação mundial.
O nosso projeto, porém, é despejar minério de ferro e soja nos porões de navios, por esteiras rolantes.


Li, e espero que não seja verdade, que o Ronaldo Caiado sancionou lei que proíbe a obrigatoriedade da vacina contra a covid-19 no estado de Goiás. Isso, no dia em que morre, da mesma doença, o prefeito da capital, Maguito Vilela.
Adjetivos? Além de francamente ilegal, esse decreto é um escárnio.



Cumaéquié? Paulo Jegues Guedes quer quer os chineses assumam as fábricas da Ford aqui em “Southern Banânia”? E o que é que o Ministro das Alucinações Exteriores, Arnesto Lambe-rabo do Orvalho de Cavalo Araujo está achando disso tudo? Ele “subirá nas tamancas” ao saber que ficaremos mais expostos ao demônio comunista! Hahahaha
Esse arremedo de país é do carvalho!


Foto do dia – Flickr


Pintura de Inos Corradin
Marinha ao luar com casa branca, 2007


Especialistas são unânimes ao prever catástrofe econômica e social causada pela extinção do benefício pelo governo Bolsonaro. Bancadas do Partido dos Trabalhadores no Congresso Nacional lutam pela manutenção do auxílio enquanto perdurarem os impactos da pandemia do coronavírus.


A Ford e Olívio Dutra, o profeta. Lembro muito bem. Vinte anos se passaram desde que o então governador Olívio Dutra (PT), atacado pelos adversários por “ter mandado a Ford embora” – os baianos correram a abrir os cofres para a montadora – fez uma espécie de profecia (sem estudos técnicos, naturalmente): “Essa empresa quer incentivos fiscais que as nossas não têm. O dia que achar que o Brasil não serve mais, vai embora e não dá nem tchau”. A saída da Ford do Brasil (levando no bagageiro R$20 bilhões em subsídios) traz à tona questões ignoradas por sucessivos governos que aceitam o atraso tecnológico das montadoras, e desprezam o aparecimento de uma cultura que já não idolatra o carro como antes.


 

Fatos & Fotos – 12/01/2021


Em cúpula sem o Brasil, europeus falam em fechar mercados para quem desmata.

Um só planeta. E o Brasil de fora. Num evento organizado pelo presidente da França, Emmanuel Macron, uma aliança foi lançada nesta segunda-feira com cerca de 50 países para garantir um compromisso de governos contra o desmatamento e pela defesa da biodiversidade. O governo de Jair Bolsonaro não participou. Os organizadores informaram que o convite foi feito. Mas o Itamaraty assegura que isso não ocorreu e que o país não recebeu convites nem para fazer parte da cúpula realizada nesta segunda-feira e nem para integrar a aliança.


Foto do dia
Eon Alpha Photography


Más notícias para os negacionistas da vacina, que mais negacionistas vão ficar quando souberem que Cuba vai testar a Soberana 2 no Irã, outro país que sofre embargo dos Estados Unidos. Nenhum país é uma ilha quando fabrica sua própria vacina. Ah, se houvesse liderança aqui!
Né não?


Poeta castrado não!
Ari dos SantosSerei tudo o que disserem
por inveja ou negação:
cabeçudo dromedário
fogueira de exibição
teorema corolário
poema de mão em mão
lãzudo publicitário
malabarista cabrão.
Serei tudo o que disserem:
Poeta castrado não!Os que entendem como eu
as linhas com que me escrevo
reconhecem o que é meu
em tudo quanto lhes devo:
ternura como já disse
sempre que faço um poema;
saudade que se partisse
me alagaria de pena;
e também uma alegria
uma coragem serena
em renegar a poesia
quando ela nos envenena.

Os que entendem como eu
a força que tem um verso
reconhecem o que é seu
quando lhes mostro o reverso:

Da fome já não se fala
– é tão vulgar que nos cansa –
mas que dizer de uma bala
num esqueleto de criança?

Do frio não reza a história
– a morte é branda e letal –
mas que dizer da memória
de uma bomba de napalm?

E o resto que pode ser
o poema dia a dia?
– Um bisturi a crescer
nas coxas de uma judia;
um filho que vai nascer
parido por asfixia?!
– Ah não me venham dizer
que é fonética a poesia!

Serei tudo o que disserem
por temor ou negação:
Demagogo mau profeta
falso médico ladrão
prostituta proxeneta
espoleta televisão.
Serei tudo o que disserem:
Poeta castrado não!


Candido Portinari – Colono,1935
Óleo sobre tela


Eu até agora não entendo como um país que está “quebrado” pode liberar hum trilhão de reais para os bancos e perdoar hum bilhão de reais de dívidas de igrejas. Confuso isso. Não?


Roberto Alvim se arrepende de discurso nazista e diz que foi um “engano terrível”.
Engano! Pooooooohhhhha: engano é colocar açucar no feijão, carvalho!


Segunda onda de Covid-19 na Inglaterra e bate recorde de mortes.
O Reino Unido vivia otimismo com o início da vacinação, mas nova variante deu início a um grande surto, que forçou novos fechamento.


 

Fatos & Fotos – 10/01/2021

Lucien-Victor Guirand de Scevola
“Les-Amoureuxs”


Meio Ambiente: Estamos perto de um ponto sem volta.Devemos fazer de 2021 o ano em que a ação climática atingiu a maturidade, ou enfrentaremos o desastre, escreve Inger Andersen, o diretor executivo do Programa das Nações Unidas para o MeioAmbiente – PNUMA.


Ano passado, Paulo Guedes disse que “servidor público é parasita”.
Quem trabalha na Fiocruz e no Butantan é servidor público. Muitos profissionais de saúde da linha de frente são servidores públicos.
Parasita é quem está há 30 anos na política e não fez nada de útil para o país. Paulo Guedes é uma desgraça. Uma vergonha para a raça dos humanos.


Ex-Libris Dušan Kállay


Amazon e Apple retiram suporte ao Parler. As duas gigantes escalaram, com o movimento, uma campanha de outras empresas de tecnologia para regular o conteúdo que veem como perigoso após o ataque ao Capitólio.


Segunda onda de Covid-19 na Inglaterra e bate recorde de mortes.
O Reino Unido vivia otimismo com o início da vacinação, mas nova variante deu início a um grande surto, que forçou novos fechamentos.


A leitura resiste!


Eduard Charlemont
“The Shipbuilder”,1886


Pintura de Tomie Ohtake
Sem Título, 1965,Óleo sobre tela


2020:O ano no qual o clima ficou em segundo plano para COVID
Com o mundo preocupado com a pandemia de COVID-19, as questões ambientais foram negligenciadas este ano. Mas apesar dos muitos contratempos e da interrupção do coronavírus, algum progresso foi feito.


Foto do dia – Rui Palha

Fatos & Fotos – 09/01/2021

Boa noite
O remorso
Jorge Luis Borges

Eu cometi o pior dos pecados
que um homem pode cometer. Eu não fui
feliz. Que o frio do esquecimento
arraste-me para baixo e me perca, implacável.

Meus pais me criaram para o jogo
arriscado e bonito de vida,
para terra, água, ar, fogo.
Eu os decepcionei. Eu não estava feliz. Realizado

não era sua jovem vontade. Minha mente
foi aplicado ao teimoso simétrico
da arte, que tece ninharias.

Eles me deram coragem. Eu não fui corajoso.
Não me abandona. Está sempre ao meu lado
A sombra de ter sido infeliz.


Claude Monet,Œillets et clématites dans un vase de cristal,1882 – 56X35cm


Laboratório brasileiro planeja começar a fabricar vacina russa na próxima semana. Os governos da Bahia, Paraná e Piaui farão parceria com a empresa na realização dos testes clínicos.

A farmacêutica brasileira União Química planeja começar a produzir a vacina russa Sputnik V para covid-19 no Brasil já na próxima semana e produzir até 8 milhões de doses por mês, disse o diretor de negócios internacionais Rogério Rosso nessa sexta-feira.

A empresa privada, com unidade de vacinação em Brasília, se prepara para solicitar autorização de uso emergencial do órgão regulador sanitário Anvisa para a vacina desenvolvida em Moscou.

A União Química solicitou na semana passada a aprovação para realizar os ensaios clínicos Fase III no Brasil, que é necessária para o licenciamento da vacina no país.


A arte de Artur Bispo do Rosário


Cidades com até 20 mil habitantes registram crescimento de 500% no número de mortes por Covid
O percentual de mortes no Brasil como um todo foi menos da metade no segundo semestre.


Pintura de Frank W Benson,1895


Foto do dia – Pierre Pellegrini


Reconheçamos: nem o Trump nem Bolsonaro se elegeram sem que os eleitores soubessem exatamente que tipo de b*sta estavam elegendo. Os dois tenebrosos não enganaram ninguém.


Espero que os eleitores, apoiadores, idólatras e também os insensatos, prestem atenção que tipo de governo estão cevando. Enquanto líderes mundiais se deixam fotografar recebendo a vacina contra a covid, Vácuo Mental decreta que sua(dele) caderneta de vacinação permaneça sob sigilo por 100 anos. A pergunta que não quer calar é: por quê?


Escultura de Mikhail Gubin


Arthur Lira presidente da Câmara dos Depufedes? Caso esse elemento, da gangue do Vácuo Mental, seja eleito Presidente da Câmara dos Deputados, ocupará o terceiro posto na hierarquia da República. No currículo: rachadinha: propina e violência doméstica. Só!


É hora de alugar, não comprar, eletrônicos? O lixo eletrônico é um problema crescente. Mas se os fabricantes mantivessem a propriedade de seus produtos e os alugassem para nós, a reciclagem poderia fazer sentido para os negócios. Em 2020, geramos um recorde de 53,6 milhões de toneladas métricas de lixo eletrônico.


Como está não dá. Ou esse general incompetente pede para passar para a reserva, ou deixa o Ministério da Saúde. Como está, o prestígio das FFAA continuará ladeira abaixo. O certo é que o Exército Brasileiro não pode continuar submetido a vexames e humilhações.


Pintura de Karen L Darling


O Vácuo Mental, Bolsonaro, é tão caótico que prefere agradar a parcela amalucada de seus apoiadores antivacina, do que tentar capitalizar em cima das vacinas que a imensa maioria da população aguarda. Isso tudo com a ideia de defender uma liberdade da qual ele nunca foi partidário.


Escultura de Francisco Rebajes
The Kiss,1940,aço


Motocicleta Steampunk

O movimento steampunk, misto de ficção científica e  arte, foi adotado por artistas no anos 80 e, para alguns, a partir da “atmosfera” do magnífico “ Blade Runner”.

Muito dos objetos desembocaram em peças que adornaram filmes como Mad Max e, mais sofisticadamente elaborados, na série Guerra nas Estrelas.
Quem quiser conhecer melhor o movimento “steampunk” há uma matéria no Boston Globe, que disserta sobre o movimento.

Como obra de arte o movimento steampunk faz uma especulação sobre o que aconteceria se a tecnologia da informação tivesse surgido no século XIX e, em vez da eletrônica, usasse o vapor.


Pintura de Odilon Redon