Miguel Torga – Poesia

Recomeça Miguel Torga Se puderes, Sem angústia e sem pressa. E os passos que deres, Nesse caminho duro Do futuro, Dá-os em liberdade. Enquanto não alcances Não descanses. De nenhum fruto queiras só metade. E, nunca saciado, Vai colhendo Ilusões sucessivas no pomar. Sempre a sonhar E vendo, Acordado, O logro da aventura. És Homem, … Continued

Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: , ,

Miguel Torga – Poesia

Intimidade Miguel Torga   Meu coração tem quantos versos quer; É só pulsá-los com medida e rumo. É só erguer-se a pino a um céu qualquer, E desse alado azul cair a prumo.   Logo se desvanece o negro encanto Que os tinha ocultos no condão da bruma; Logo o seu corpo esguio rasga o … Continued

Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: , ,

Miguel Torga – Poesia

Conquista Miguel Torga Livre não sou, que nem a própria vida Mo consente. Mas a minha aguerrida Teimosia É quebrar dia a dia Um grilhão da corrente. Livre não sou, mas quero a liberdade. Trago-a dentro de mim como um destino. E vão lá desdizer o sonho do menino Que se afogou e flutua Entre … Continued

Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: , ,

Miguel Torga

O Cinismo dos Valores Cada vez mais desesperado. Olho, olho, e só vejo negrura à minha volta. Fé? Evidentemente… Enquanto há vida, há esperança — lá diz o outro. Mas, francamente: fé em quê? Num mundo que almoça valores, janta valores, ceia valores, e os degrada cinicamente, sem qualquer estremecimento da consciência? Peçam-me tudo, menos … Continued

Postado na categoria: Filosofia, Literatura - Palavras chave: , ,

Miguel Torga – Poesia – Versos na tarde – 05/12/2017

Recomeça Miguel Torga¹ Se puderes Sem angústia E sem pressa. E os passos que deres, Nesse caminho duro Do futuro Dá-os em liberdade. Enquanto não alcances Não descanses. De nenhum fruto queiras só metade.   E, nunca saciado, Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar. Sempre a sonhar e vendo O logro da aventura. És homem, … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , ,

Miguel Torga – Versos na tarde – Poesia – 02/12/2017

Poema Miguel Torga ¹ A jovem deusa passa Com véus discretos sobre a virgindade; Olha e não olha, como a mocidade; E um jovem deus pressente aquela graça.   Depois, a vide do desejo enlaça Numa só volta a dupla divindade; E os jovens deuses abrem-se à verdade, Sedentos de beber na mesma taça.   … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , ,

Miguel Torga – Versos na tarde – 30/04/2016

Ajuda Miguel Torga ¹ Porque o amor é simples, Vale a pena colhê-lo. Nasce em qualquer degredo, Cria-se em qualquer chão. Anda, não tenhas medo! Não deixes sem amor o coração! Adolfo Correia Rocha * Vila Real, Portugal – 12 de Agosto de 1907 d.C + Coimbra, Portugal – 17 de Janeiro de 1995 d.C … Continued

Postado na categoria: Padrão - Palavras chave: , , , ,