Robinho promete, “Vou limpar meu nome”

Inocente ou não, as últimas notícias deixarão a carreira do craque marcada para sempre.

Nós, brasileiros, esperamos que tudo isso seja esclarecido, pois é como disse o Rei Pelé:  “Isso mancha a imagem do país” e completa… “O mercado vai acabar fechando as portas para os brasileiros. Temos os casos de Robinho, Adriano e Ronaldo

 

foto-robinho-de-terno

Acusado de ter estuprado uma moça na Inglaterra, o atacante Robinho está disposto a “limpar seu nome“.

Em declarações publicadas pelo tablóide “Daily Star” nesta quinta-feira, o jogador afirma que é inocente e que o problema magoou sua família.

Robinho teve que prestar depoimento à polícia, terça, e deixou até amostra de sangue para exame de DNA.

Apesar da polêmica, o camisa 10 jogou bem e ajudou o Manchester City a vencer o Newcastle por 2 a 1, quarta, pelo Campeonato Inglês.

– Sou inocente, não fiz nada errado. Não sei por que ela está dizendo essas coisas contra mim.Vou limpar meu nome porque isso está causando dor na minha família na Inglaterra e no Brasil – afirmou o ex-santista, que é casado com Vivian e tem um filho, Robson Junior, de pouco mais de um ano.

Ainda de acordo com o tablóide, Robinho disse a amigos que “só de ir à polícia já foi difícil”:

– Não sou uma má pessoa, não procuro problemas. Mas tenho que ajudar a polícia para que a verdade seja dita – teria dito o craque a pessoas próximas.

Fonte: Globo Esporte

Manchester fala sobre o Caso Robinho

Após toda movimentação em torno do assunto “Robinho preso por acusação de estupro“, o clube dele, Manchester City, pronuncia-se oficialmente.

Veja matéria abaixo:

Sem citar o nome de Robinho, o Manchester City divulgou esta tarde um comunicado oficial sobre as denúncias de que o jogador teria abusado sexualmente de uma jovem inglesa.

* Vídeo com matéria sobre o “Caso Robinho” *

O jogador brasileiro negou qualquer envolvimento e afirmou ao técnico Dunga, da seleção brasileira, que está sendo vítima da ação de uma pessoa oportunista e que cumpriu tudo o que foi necessário no âmbito legal para esclarecer o assunto.

O clube foi comunicado e está assistindo o jogador nessa questão e as autoridades em relação a investigação da Polícia de West Yorkshire.

Ambas as partes vão receber o total suporte do Manchester.

Nenhuma acusação de qualquer natureza foi feita ao jogador e mais nenhum comunicado será feito enquanto a investigação estiver sendo realizada – diz a nota oficial no site do Manchester City.

Fonte: G1

Robinho preso acusado de estupro

robinho-selecao-brasileira

O atacante brasileiro Robinho, do Manchester City, foi preso por alegação de estupro de uma mulher de 18 anos em uma boate, segundo informações da imprensa britânica.

O jogador de 25 anos foi interrogado após uma estudante universitária contar a polícia local que foi atacada em uma área vip da boate Space da cidade de Leeds nas horas iniciais do dia 14 de janeiro.

Segundo o The Sun, Robinho foi para a balada em Leeds com seus companheiros de equipe. A Space é conhecida entre os futebolistas. Já a garota é estudante da Universidade Yorkshire, e estava no local com amigos.

fachada-da-boate-the-space

* Clique para ampliar *
Foto da entrada da boate “
The Space” 

O porta-voz de Robinho, Chris Nathaniel, confirmou que o jogador encontrou a polícia “por ser parte de uma investigação criminal”. “Ele nega tenazmente todas as acusações e disse que está feliz em poder cooperar com a polícia quando for solicitado”, disse ao The Sun. O Manchester City ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto.

Os detetives britânicos planejavam deter Robinho durante o período de treinamentos do Manchester City em Tenerife neste mês, mas foram surpreendidos com a atitude do jogador de partir sem explicação de volta para o Brasil.

O incidente, inclusive, gerou uma multa pesada para ser desembolsada por Robinho. O jogador ficará duas semanas de seu salário o que, segundo a imprensa britânica, representaria a bagatela de 320 mil libras (cerca de R$ 1 milhão).

“Eu expus a situação a Robinho, e já o tinha prevenido de que nossa intenção era multá-lo”, explicou o técnico do City, Mark Hughes. “Ele não pode ser tratado de modo diferente em relação aos outros jogadores”.

Fonte:  UOL Esportes