Arentino – Versos na tarde – 04/01/2017

Soneto Pietro Arentino¹ Amemo-nos sem termo nem medida, pois que só para o amor temos nascido… Vive por nosso amor! – é o meu pedido, pois sem tal bem, que valeria a vida? E se depois da vida já perdida ainda se amasse. . . Eu, tendo já morrido pediria outro amor – o bem … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , , , , ,

J.G. de Araújo Jorge – Versos na tarde – 12/09/2017

Angústia J. G. de Araújo Jorge¹ Há uma estranha beleza na noite ! Há uma estranha beleza ! Oh, a transcendente poesia que verso algum traduz… A via – láctea inteiramente acesa parece a fotografia de um tufão de luz! – Quem seria, quem seria que pregou lá no céu aquela imensa cruz? Que infinita … Continued

Postado na categoria: Brasil, Literatura - Palavras chave: , , , , ,