Elizabeth Barrett Browning – Poesia – Como te amo?

Como te amo? Elizabeth Barrett Browning Como te amo? Deixa-me contar de quantas maneiras. Amo-te até ao mais fundo, ao mais amplo e ao mais alto que a minha alma pode alcançar buscando, para além do visível dos limites do Ser e da Graça ideal. Amo-te até às mais ínfimas necessidades de todos os dias … Continued

Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: , , ,

Elizabeth Barrett Browning – Poesia

Ama-me por amor Elizabeth Barrett Browning Ama-me, por amor do amor somente, Não digas: Amo-a pelo seu olhar, O seu sorriso, o modo de falar Honesto e brando. Amo-a porque se sente Minh’alma em comunhão constantemente Com a sua”. Por que pode mudar Isso tudo, em si mesmo, ao perpassar Do tempo, ou para ti … Continued

Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: , ,

Elizabeth Barrett Browning – Poesia

Soneto 43 Elizabeth Barrett Browning   Amo-te quando em largo, alto e profundo Minh’alma alcança quando, transportada, Sente, alongando os olhos deste mundo, Os fins do Ser, a Graça entressonhada.   Amo-te em cada dia, hora e segundo: À luz do sol, na noite sossegada. E é tão pura a paixão de que me inundo … Continued

Postado na categoria: Artes Plásticas, Literatura, Poesia - Palavras chave: , , , ,

Elizabeth Barrett Browning – Versos na tarde – 25/08/2016

Como te amo II Elizabeth Barrett Browning ¹ Ama-me por amor do amor somente. Não digas: ” Amo-a pelo seu olhar, O seu sorriso, o modo de falar Honesto e brando. Amo-a porque se sente Minh’alma em comunhão constantemente Com a sua”. Por que pode mudar Isso tudo, em si mesmo, ao perpassar Do tempo, … Continued

Postado na categoria: Padrão - Palavras chave: , , ,

Elizabeth Barrett Browning – Versos na tarde – 31/08/2016

Parte: não te separas Elizabeth Barrett Browning ¹ Parte: não te separas! Que jamais Sairei de tua sombra. Por distante Que te vás, em meu peito, a cada instante Juntos dois corações batem iguais. Não ficarei mais só. Nem nunca mais Dona de mim, a mão, quando a levante Deixará de sentir o toque amante … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Elizabeth Barrett Browning – Versos na tarde – 08/12/2015

Soneto XIV Elizabeth Barrett Browning ¹ Ama-me por amor do amor somente Não digas: «Amo-a pelo seu olhar, O seu sorriso, o modo de falar Honesto e brando. Amo-a porque se sente Minh’alma em comunhão constantemente Com a sua.» Porque pode mudar Isso tudo, em si mesmo, ao perpassar Do tempo, ou para ti unicamente. … Continued

Postado na categoria: Padrão - Palavras chave: , , ,

Elizabeth Browning – Versos na tarde

SONETO XII Elizabeth Browning Ama-me por amor do amor somente Não digas: «Amo-a pelo seu olhar, O seu sorriso, o modo de falar Honesto e brando. Amo-a porque se sente Minh’alma em comunhão constantemente Com a sua.» Porque pode mudar Isso tudo, em si mesmo, ao perpassar Do tempo, ou para ti unicamente. Nem me … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , ,