Senado aumenta número de vereadores. Agora são 59.791

Brasil: da série “O tamanho do buraco”!

O espantoso número cinquenta e nove mil, setecentos e noventa e um , é verdadeiro.

Prepare o bolso. Enquanto você dormia, suas (deles) ex-celências, os Senadores, aproveitaram para tripudiar com o seu, o meu, o nosso, sofrido dinheirinho.

O relator da imoralidade, que foi aprovada pelo Senado, nesta madrugada, foi o Senador César Borges do DEM — continuo afirmando que o nome desse partido só pode ser gozação com a democracia da Bahia. Grave o nome desse indigitado parlamentar. Você poderá dar-lhe os “parabéns” e enviar outros “mimos” pelo e-mail cesarborges@senador.gov.br.

Aproveite e envie efusivos agradecimentos aos outros 80 cúmplices. Basta acessar a página do Senado que contém os e-mail de todos os Senadores.

Ilustrando a notícia do aumento de vereadores pelo Senado - Tampando o NarizCom a aprovação feita na calada da noite, o Senado criou mais 7.343 novas vagas de vereadores, que irão somar-se aos já inúteis 51.748 outros.
Agora sustentaremos 59.791 vereadores exercendo o ócio remunerado em todo o país.

A manobra, uma Emenda Constitucional, burlou uma decisão que o Tribunal Superior Eleitoral tinha tomado havia 4 anos, quando reduziu o número dos inefáveis edis Tupiniquins.

Considerando que a desfaçatez era pouca, os Senadores emendaram a emenda – a redundância é admissível e necessária para reforçar a indignação – com um artigo validando a mudança já para os vereadores que tomarão posse no próximo mês.

Argh! Argh!, e Argh!