Arte Gráfica; Ex-Libris

Ao contrário do que muitos pensam, o “ex-líbris” não é uma marca do autor em sua obra, mas uma etiqueta que se coloca dentro dos livros, como sinal de propriedade.

Bastante utilizada por livreiros a partir do século XVI, o “ex-líbris” é um desenho que, eventualmente acompanhado por alguma frase em latim, identifica o proprietário do livro. Não raro, os motes continham um jogo de palavras, do tipo “Libro libertas” ou “Seja livre o homem por meio dos livros”.

Além de denotar preocupação artística, o “ex-líbris” tinha e tem por objetivo identificar o dono do volume em caso de desvio ou furto.

Ainda hoje, na Europa, colecionam-se e permutam-se “ex-líbris” e, no Brasil, fundou-se no Rio de Janeiro, há poucos anos, a Sociedade de Amadores Brasileiros de Ex-líbris.