Tópicos do dia – 26/02/2012

08:58:55
Agora o sol brilha e Schopenhauer resplandece.
Alguns irão mergulhar nos verdes mares bravios, ou quedarem-se, quais pastéis em fritura, nas escaldantes areias praianas abundandes em silicone. Outros irão mergulhar no universo confortador das penumbras existenciais de Schopenhauer.
E então, deparar-se-ão mesmo é com a estupidez generalizada em alta na bolsa da imbecilidade humana. Mais um dia de Obamas; Fautãos; o risível, por medíocre, Boris Casoy cuulpando o apedeuta do agreste por tudo, inclusive pelo aparecimento de varicocele nos testículos de cabritos Alpinos; ‘Fraulein’ Merkels, o Guderian redivivo, sem “panzers”, mas com euros; Cháves e genocidas cubanos; blá blá blá da “debacle”, mais uma, da civilização Grega e demais farsantes reprersentantes do capital; das imbecilidades ancoradas em axiológicos saberes teológicas; herr Ratzinger incluso; os que acreditam na possibilidade de paz entre nações; os que usam boininha do assassino da “ternura” Guevara; das vestais pseudo moralistas de todas as matizes que infestam a mídia; de periclitantes ministros equilibrados em poleiros de galinheiros, de uma prosaica Comissão da Verdade em um governo de contumazes, notórios e finórios mentirosos; e de uma ou outra inútil madame cujo único feito foi “receber” ‘os fulanos e fulanas’ em seu ‘ap’ para comemorar o esbajamento do ócio.
Ps. Hoje amanheci “cágôta”.

09:02:50
Boris Casoy acusa Lula pela morte da madame, contraventora, da Daslu.
O rizível beócio em breve credidatará ao filho da Dona Milu?, o seguinte:

  1. pela perda do gol do perna de pau do Flamengo;
  2. a derrota de alguma escola de samba;
  3. o descarrilhamento no metro de Buenos Aires;
  4. o câncer do Cháves;
  5. a inundação no Acre;
  6. a queda do pedaço de foguete no Maranhão;
  7. mais uma candidatura do Serra a algum cargo eletivo, seja lá qual for;

E se o mundo acabar mesmo em 2012, o Casoy irá dizer que o responsável foi o Lula. Por conta de beócios assim, prenhes de estupidez ideológica, é que o analfa de Garanhuns se tornou popular. A crítica feita com o fígado, só tem acolhida junto aos que pensam igual, não tendo credibilidade aos estranhos à tribo.
Veja o vídeo hilário – > aqui 

09:30:35
Sob o sol das ambições, e acusações de corrupção, derrete, na frigideira planaltina, a manteiga de Mantega.


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Eleições 2010. Donos da Valisère se filiam ao PT. Acreditem!

Brasil: da série “cuméquié?”

Tupiniquins, Tapebas, Tupinambás, Timbiras e demais tribos desse Brasil varonil, que acreditam em Saci-Pererê, Mula sem Cabeça, Boi Tatá, Caipora, e todos aqueles que acreditam que “a crise não é minha. A crise é do Senado!”

“Ôceis nun tão sabendo?” Então lá vai!

Tá “assim” de capitalistas, empresários e “socialites” — esse é o nome sofisticado que agora se dá pra dondoca — virando petista de carteirinha. Todos jurando amor eterno pela estrela vermelha, e que são amigos do ‘cara’ desde criancinha.

Quer dizer então que essa turma não tem mais ‘nadica’ de medo do sapo barbudo? Ou, para os adeptos de teorias conspiratórias, esse não será um plano maquiavélico para se infiltrarem nas hostes petralhas e avacalharem, com todo o respeito às vacas, com os barbudinhos de língua ‘plesa’?

Bom, depois do dono da Natura Cosméticos, Guilherme Leal, se filiar ao PV da Marina Silva, — aliás, será que esse neo ecológico político do PV, assim como Gabeira, será também um defensor do ‘mato’? — é bem possível acontecer a filiação de Antonio Ermírio de Moraes a PSOL da esgoelada Heloísa Helena.

Mesmo Zé Bêdêu, o derradeiro abestado crédulo da Praça do Ferreira, em Fortaleza — para a ingênua e alencarina criatura, o mensalão não existiu, o Paulo Coelho e o Sarney são escritores, o DEM não tem nada a ver com o PFL… — não entendendo nada desses neo-socialistas perguntou: “será que a Daslu passará a abrigar a sede do PT?”

O editor

PS 1. Qual foi mesmo o compositor que cantou “parem o mundo que eu quero descer?”


Ivo e Eleonora Rosset filiam-se ao PT

O presidente da Valisère, Ivo Rosset, e sua mulher, a psicanalista Eleonora Rosset (ex-Mendes Caldeira), vão se filiar amanhã ao Partido dos Trabalhadores. O evento está marcado para as 11 horas na Câmara Municipal de São Paulo e está sendo organizado pelo Diretório Municipal da legenda.

As principais lideranças do PT, inclusive o presidente nacional, Ricardo Berzoini, devem marcar presença na cerimônia que marca a entrada oficial do casal no partido.

Ivo Rosset foi um dos primeiros empresários de peso a apoiar publicamente o então candidato petista Luiz Inácio Lula da Silva na campanha presidencial de 2002. Já sua mulher Eleonora é reconhecida no partido como uma antiga militante ’sem ficha’, em razão de ter capitaneado ao longo de anos eventos em prol de candidaturas petistas, como a da ex-prefeita Marta Suplicy.

O casal organizou em setembro de 2002, em pleno auge da campanha presidencial, um dos mais badalados jantares em apoio a Lula, reunindo em sua residência centenas de convidados da alta sociedade paulistana e boa parte do PIB do País, como Benjamin Steinbruch, Horácio Lafer Piva, José Mindlin, Cláudio Bardella e Eugênio Staub.

O casal também apoiou Lula na campanha pela reeleição em 2006. De acordo com lideranças petistas, o dono da Valisère sempre externou seu apoio à condução da política econômica nos dois mandatos do presidente Lula, principalmente em razão das medidas de estímulo ao crescimento econômico promovidas pela equipe do governo petista.

O próximo dia 03 de outubro é a data limite imposta pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a filiação partidária e transferência de domicílio eleitoral para quem deseja concorrer a algum cargo nas eleições gerais de 2010.

Agência Estado

Daspu abre ‘putique’ na internet

Grife Daspu lança “putique” na internet.

Daspu,Moda,Negócios,Economia,InternetModelo desfila o “sutiliga”, sutiã com alças de cinta-liga.
É uma das invenções da marca e está à venda na loja virtual da Daspu.

[ad#Retangulo – Anuncios – Esquerda]Abrem-se as cortinas, começa uma batida de funk. Numa imagem que remete a um cabaré há um palco e, nele, revezam-se imagens de um desfile com roupas que fogem à convencional alta costura, com peças justas, curtas e sensuais. As modelos também não lembram em nada as magérrimas de costume: são encorpadas, fazem poses sensuais.

Essa é a abertura do site da Daspu, a grife da ONG carioca Davida, que luta pelos direitos das prostitutas. Desde o início da semana passada, ao clicar nas fotos dos desfiles, o internauta é direcionado à recém-inaugurada Putique Daspu, a loja virtual da grife que cria roupas inspiradas no universo da prostituição.

Engana-se quem pensa que o objetivo do site é vender para as prostitutas que navegam pela internet.

“É um público que nos interessa, sim. Mas hoje em dia vestir Daspu virou ‘cult’, vendemos para mulheres de classe média, profissionais liberais, [ad#Retangulo – Anuncios – Direita]que têm entre 26 e 45 anos”, explica Flávio Lenz, diretor de marketing da Daspu.

“Afinal, hoje em dia, as patricinhas mesmo se vestem como as prostitutas.”

Entre as peças comercializadas no site estão shorts — bem curtos —, camisetas, saias e lingeries. Segundo Lenz, neste setor a Daspu oferece um produto que ainda não existia no mercado, o “sutiliga”, um sutiã que tem as alças de uma cinta-liga.

Lenz diz que a grife espera que os “best-sellers” da loja virtual sejam as camisetas da linha “Ativismo” — lançadas em 2003 — que têm os inscritos “pu da vida” e “somos más, podemos ser piores”.

Por enquanto, há poucas peças da Daspu à venda no site. Mas a ideia é que os 20 modelos que a marca lança a cada coleção — uma por ano — sejam disponibilizadas. A meta é que sejam comercializadas de 600 a 800 peças por meio do site, a mesma quantidade que a marca vende por mês em suas duas lojas.

Daspu,Moda,Negócios,Economia,Internet

Camisetas da Daspu, marca da ONG Davida
Peças básicas da grife que virou “cult” estão entre as mais pedidas pelos fãs da marca.

A relação da grife com a internet começou em 2005, quando a direção da ONG foi ao site de relacionamentos Orkut criar para si uma comunidade.

“Para nossa surpresa, já havia duas”, conta Lenz. E hoje são cerca de 30, sendo que a oficial tem mais de 900 membros.

“Usamos a página para fazer enquetes e saber do gosto do público”, diz o diretor de marketing.

Os próximos passos da Daspu na web devem ser um concurso virtual para escolher uma frase para uma camiseta e um blog, que deve trazer depoimentos de prostitutas.

Daspu

A Daspu foi formada por prostitutas da ONG Davida, do Rio de Janeiro, no final de 2005. A grife se tornou conhecida ao entrar numa polêmica com a Daslu, um dos maiores centros de comércio de luxo do país.

No embate, a butique de luxo queria que a Daspu mudasse de nome. Segundo a Daslu, havia “deboche, visando denegrir a imagem da loja”. Após a polêmica, os advogados da Daslu decidiram não ir à Justiça, e a grife manteve a marca.

Os desfiles da Daspu também foram comentados pela mídia por suas modelos serem, na maioria das vezes, as próprias prostitutas que compõem a ONG Davida.

Coordenadora da Davida, a escritora e prostituta aposentada Gabriela Leite responde atualmente pela Daspu. Gabriela fundou a ONG em 1992 como forma de organizar as prostitutas ‘contra o preconceito’ e na luta por bandeiras da categoria, como a prevenção à Aids e a doenças sexualmente transmissíveis, além do reconhecimento da prostituição como profissão legal.

Folha Online – Rebeca de Moraes

Dona da Daslu em liberdade

foto-eliana-tranchesi-dona-daslu-deixando-o-presidio

STJ e TRF concederam liberdade para Eliana e mais seis pessoas.
Empresária, que sofre de câncer, foi presa na quinta-feira (26).

A dona da Daslu, Eliana Tranchesi, de 53 anos, deixou por volta das 19h50 desta sexta-feira (27) a penitenciária feminina do Carandiru, após passar cerca de 38 horas detida. Ela foi presa às 6h da quinta-feira (26) por agentes da Polícia Federal, quando estava em sua residência na capital paulista.

Segundo a Secretaria de Administração (SAP), os presos Antonio Piva de Albuquerque e Celso de Lima deixaram o CDP III de Pinheiros às 19h40, cumprindo determinação judicial.

Pouco antes de Eliana ser libertada, a advogada dela, Joyce Roysen, ao chegar à penitenciária, comemorou a decisão do desembargador Luis Stefanini, do Tribunal Regional Federal (TRF) de São Paulo. “Estou muito satisfeita com a decisão da Justiça, que se mostrou pronta e objetiva em coibir abusos, em coibir prisões indevidas, ilícitas, arbitrarias, injustas e cruéis”, afirmou.

Segundo ela, os argumentos do desembargador foram “muito objetivos, técnicos, confirmando a ilegalidade da prisão”. Alem disso, a decisão confirmou que não havia nenhum argumento técnico para manter Eliana e demais condenados na prisão ate julgamento de uma eventual apelação, de acordo com a advogada. “A prisão foi considerada ilegal em relação a todos os réus do processo. Não acreditamos em um reves desta decisão”, finalizou.

Liberdade em dobro
Duas decisões – uma do Tribunal Regional Federal (TRF) em São Paulo e outra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) – concederam no final desta tarde habeas corpus para a empresária, o irmão dela, Antonio Piva de Albuquerque, e os outros cinco presos pela polícia na quinta-feira (26).

Inicialmente, a assessoria do TRF informou que o desembargador federal Luiz Stefanini concedeu habeas corpus a empesária e também para Rodrigo Nardy Figueiredo, Celso de Lima e Roberto Fakhouri Júnior.

Pouco tempo depois, a assessoria do Superior Tribunal de Justiça (STJ) informou que o ministro Og Fernandes concedeu habeas corpus a Antonio Piva de Albuquerque, sendo a decisão extensiva aos outros seis presos no caso Daslu.

Continue lendo