Eleições 2010: e agora José? Quebra de sigilo de filha de Serra pode ser obra de tucanos

A fonte, jornalista Claudio Humberto, nem de longe, nem com muita má vontade, ou iracunda cegueira ideológica, pode ser acusado de petista.
O Editor


Quebra de sigilo pode ter sido obra de tucanos

A investigação sobre a violação do sigilo fiscal de Verônica Serra, filha do candidato José Serra, atribuída a “aloprados” do PT, pode revelar a surpresa de ter sido obra dos próprios tucanos.

Na época, setembro de 2009, havia uma guerra interna pela indicação do PSDB para a disputa presidencial.

Aliados de Aécio Neves atribuíam à turma de Serra a produção de dossiês contra o então governador de Minas. E vice-versa.[ad#Retangulo – Anuncios – Direita]

Sem retorno

As sequelas da “guerra” Serra x Aécio impediram a aliança entre eles. Veio a vingança: o mineiro deixou o paulista pendurado na brocha.

Poço de mágoas

Após abandonar a disputa interna, Aécio não escondia sua mágoa com o estilo Serra de atropelar adversários. Roseana Sarney que o diga.

Geraldo Alckmin dá insônia em tucano

Será que existe uma Erenice paulistana? Literalmente estão querendo enterrar a candidatura de Geraldo Alckmin à prefeitura de São Paulo.
Tá lá na coluna do Claudio Humberto

Insônia
Tem tucano à base de Lexotan: agora, é governador José Serra que tenta obter o nome do político que teria recebido propina da francesa Alston na obra do metrô, supostamente no governo de Geraldo Alckmin.