Tópicos do dia – 24/01/2012

11:04:08
Dilma Rousseff, Fidel Castro e o capitão Schettino
Ganha um cruzeiro marítimo pelo caribe, em uma balsa, naturalmente, comandada pelo capitão Schettino, quem adivinhar, descobrir, entender, explicar ou arranjar qualquer trólóló para a viajem de Dona Dilma à decrépita ilha de Cuba, afora o beija-mão aos senis genocidas Raul e Fidel Castro.

11:17:36
Veríssimo e o BBB
Atenção! O texto que circula na web “A visão de Verissimo sobre o BBB” não é de autoria do citado.
Veríssimo emenda: “Não vejo o “BBB”, não tenho nenhuma visão sobre o programa.”
Logo vi que Verísimo não escreveria uma baboseira daquela.
Essa é mais uma praga que assola a internet. Os textos apócrifos. Até hoje não entendo por que as pessoas cedem a autoria dos próprios textos. Alguns até legíveis.

11:36:31
Megaupload: Dotcom espera por decisão judicial.
Um juiz da Nova Zelândia do tribunal de Auckland decidirá nesta quarta (25) o futuro de Kim Schmitz – fundador do site Megaupload.com – que apresentou pedido de libertação sob fiança. O juiz em questão havia indicado nessa segunda-feira que colocaria sua decisão em deliberação até esta terça-feira, mas, até o momento, não tomou nenhuma decisão, e ela deve ocorrer na manhã de quarta-feira.
O alemão Kim Shmitz, conhecido como Kim Dotcom, tem 37 anos e foi detido na sexta (20) com outros três integrantes do Megaupload. Ele negou perante um tribunal em Auckland as acusações da justiça americana de que o site de download violava os direitos autorais.
coluna Claudio Humberto

15:11:59
“Mundo cane”.
Aumentou em 19 vezes o número de turistas que passou a visitar a Ilha de Giglio, após o naufrágio do navio do comandante trapalhão “Escretino”.

15:39:59
312 MILHÕES!!!
Essa é a grana com a qual o DNOCS – segundo a CGU, Controladoria Geral da União – irrigou os bolsos de empreiteiros e políticos. Impressionante como um valor desse tamanhão, que desencadearia um escandâlo sem tamanho em outros países, aqui, na Taba dos Tupiniquins, é aceito como só mais um episódio. Creio estarmos ficando infensos à roubalheira generalizada.
Desde que me entendo, que esse órgão federal está volta e meia, envolvido em irregularidades.
O seu, o meu, o nosso sofrido ‘caraminguá’ é drenado para esses mamutes incompetentes e ladravazes, enquanto nós é que entramos pelo cano.


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Big Brother Brasil: Boni pai contra Boni filho

Continua o blá, blá, blá contra, e sobre, um dos piores lixos exibidos pela televisão. A porcaria serve de munição para os “moralistas” clamarem por censura. Sou contra! Contra qualquer tipo de censura. Mesmo que seja para banir esse tipo de indigência mental.
Já a turma de stalinistas do PT se aproveita da porqueira pra voltar com o papo cínico do tal “controle social da mídia”. Argh!

Os melhores censores são a educação e o controle remoto.

Os iludidos tupiniquins não percebem que a celeuma foi criada para levantar, sem trocadilhos, por favor, o exaurido programa? Se o pornográfico voyerismo está no ar, é por que tem audiência.
Televisão é empreendimento capitalista e tem que dar lucro. Nenhum barão das comunicações está interessado em educação.
Deu lucro? Permanece no ar. Simples assim.

José Mesquita – Editor


Veja, com entrevista de Boni (pai), abala Boninho e BBB na Globo
O título, creio, é uma síntese do episódio impactante, na forma e no conteúdo, envolvendo o capítulo de domingo passado na edição do Big Brother Brasil levado ao ar no canal pago da Globo e que invadiu as telas da Internet e as primeiras páginas dos jornais de segunda-feira 17 de Janeiro.

Reportagem de Alessandra Medina, Marcelo Marthe e Leslie Leitão, revista Veja que circulou sábado, 22, e se encontra nas bancas, expõe claramente o avesso e os bastidores da sequência entre Daniel e Monique, e inclui uma entrevista com José Bonifácio Sobrinho, ex-diretor geral da Rede Globo, sobre o programa dirigido por seu filho.

“Aquilo, disse Boni, é TV de baixa qualidade”. Acho lógico prever o reflexo da matéria. Abalo atingindo o BBB e, principalmente, seu diretor. Difícil resistir aos fatos.Os repórteres de Veja penetraram nos bastidores do programa, ou foram levados a eles por guias qualificados da própria emissora. Relatam eles que, no momento em que os responsáveis pelo monitoramento do programa identificaram movimentos do casal sob o edredon felino, e felliniano, avisaram Boninho. O diálogo é transcrito entre aspas. Deixa seguir adiante, determinou o diretor, para ver o que vai dar. E assim, claro, foi feito. Nem poderia ser o contrário, por parte de subordinados que, evidentemente, não seriam loucos ao ponto de não respeitar a ordem de cima.

[ad#Retangulo – Anuncios – Esquerda]Na Rede Globo não tem conversa não. Se cumprem as ordens.Vejam só, por exemplo, que há alguns anos aconteceu com o repórter e apresentador esportivo Fernando Vanuchi. Num instante inusitado, entrou em cena comendo um biscoito. Demitido imediatamente, junto com o responsável pela edição que estava indo ao ar.

Logo, o diretor do Big Brother sabia muito bem o que se passava. Tanto ele quanto o apresentador Pedro Bial, também focalizado pelos repórteres da Veja. No outro lado das câmeras indiscretas, um espectador como outro qualquer, Boni, pai, condenava o que estava assistindo.

Dias depois afirmaria à Veja que não tem cabimento oferecer-se bebidas alcoólicas à vontade num recinto como o do BBB. Além do mais, para 16 participantes, oferecia-se somente 9 camas. Uma indução nítida para ser transportada a fronteira para o sexo.

O que você faria numa situação como a de domingo? – perguntaram os entrevistadores.Bonifácio Sobrinho respondeu: Cortava o álcool de todo mundo. Por motivos muito mais inocentes, já tirei do ar a Dercy Gonçalves, o Homem do Sapato Branco e até o Chacrinha, acentuou, lembrando seu tempo de diretor geral da Vênus Platinada.

A respeito da concepção do BBB, foi taxativo: Nunca investiria em um programa que escolhe pessoas esquisitas a dedo só para embriagá-las e depois vê-las em situações constrangedoras. Não falo por moralismo. O que me incomoda é televisão de baixa qualidade, de baixo nível – acrescentou.

O ex-diretor da Globo colocou, a meu ver, a questão essencial. O Big Brother, aliás modelo importado, no fundo é uma ratoeira. Oferece prêmio elevado em dinheiro e pode se tornar um rumo para o sucesso, como aconteceu em alguns casos. Na ratoeira, título aliás de uma peça de teatro, as pessoas tentam devorar-se umas às outras para chegarem ao final, ao prêmio, a um novo horizonte em suas vidas.Os esteriótipos se repetem.

Mas sempre haverá muitos homens e muitas mulheres motivados e impulsionados na busca do êxito, da notoriedade. Sem dúvida. É natural. O que não se pode considerar natural é a forma de se incentivar os personagens que surgem das sombras para se tornarem protagonistas insensatos de cenas que visam a audiência e maior faturamento publicitário.Faturamento do qual eles não participam.
Pedro do Coutto/Tribuna da Imprensa 

BBB e boicote aos patrocinadores

Que tal se todas as pessoas que protestam contra o BBB boicotassem os patrocinadores?

Uma proposta para as pessoas que não suportam mais programas do tipo Big Brother Brasil: que tal se enviassem emails aos patrocinadores e parassem de consumir os produtos anunciados?

Quanto representa esta parcela da população que despreza o BBB? Uns 30%?

Se todos parassem de consumir Guaraná Antártica, Omo, Devassa ou não comprasse carros da Fiat, certamente as empresas sentiriam o impacto.
Opções para substituição dos produtos não faltam.

Quando aquele consumidor revoltado postou na web o vídeo de protesto contra a Brastemp, rapidamente a empresa agiu, porque o desgaste seria inevitável. Principalmente em tempos de internet e facilidade de comunicação. Acredito que o mesmo ocorreria com esses patrocinadores do BBB.

Mas sempre vem aquela desculpa: não adianta nada você parar, os outros continuam, a empresa não vai falir por causa disso.
E tudo continua como antes… Como dizia Raul Seixas: “É sempre mais fácil achar que a culpa é do outro”. Governo, Globo, Bial, pobres etc…

Protestar é importante, porém há que se pôr em prática o famoso “quem financia a baixaria é contra a cidadania”.
No caso do BBB, eu não vejo nem financio.
Joaquim Barreto


[ad#Retangulo – Anuncio – Duplo]

Assista BBB 9 de graça – Vírus do Big Brother Brasil 9 via e-mails

assista-bbb-9-de-graca-virus-do-big-bhother-brasil-9-via-e-maisClique para ampliar

Nós já sabemos que os usuários estão cada vez mais atentos a esses tipos de ameaças virtuais via e-mail, mas não custa nada insistir nas admoestações(avisos, alertas)

Que tal dar mais uma espiadinha na casa mais vigiada do Brasil?”. Caso receba esta mensagem em seu correio eletrônico, não acesse.

O bordão, no assunto do e-mail, serve como isca aos espectadores do reality show, prometendo livre acesso ao conteúdo integral do programa.

Na corpo da mensagem, há a seguinte mensagem “A globo.com está oferecendo para alguns usuários acesso livre às 7 câmeras exclusivas, 24 horas ao vivo e você foi escolhido”.

Após isso, o internauta é instruído a baixar um falso player, que remete a um endereço infectado.

Apesar do esforço em colocar uma imagem do logo do programa e uma chave de instalação para parecer mais real, a mensagem comete alguns deslizes, como o escrito “linck” (em vez de “link”), nas instruções de instalação.

da Info

BBB 9 – Big Brother Brasil – Quer ver tudo que acontece na casa mais famosa? BBB é termo mais buscado no Yahoo

bbb-9-big-bhother-brasil-quer-ver-tudo-que-acontece-na-casa-mais-famosa-bbb-e-termo-mais-buscado

O Yahoo! divulgou uma lista com os termos mais buscados em seu serviço brasileiro no mês de janeiro.

Desde que a lista passou a ser divulgada no Brasil, o verbete “BBB” é sempre o mais buscado do serviço Yahoo em janeiro.

Este ano, o reality show aparece logo à frente dos nomes de quatro musas do Carnaval, como Luma de Oliveira, Viviane Araújo e Claudia Leite.

De acordo com o Yahoo!, a lista é um termômetro dos assuntos que mais interessam aos usuários brasileiros neste período do ano. No caso, o programa Big Brother Brasil e os preparativos para o Carnaval.

Também aparecem com destaque na lista de mais buscados termos ligados a futebol, como “Robinho” e “Campeonato Paulista”.

De acordo com a companhia de internet, seu portal de buscas atrai mensalmente 11 milhões de usuários únicos. A liderança brasileira em buscas, no entanto, pertence ao rival Google, que lidera este setor no país com larga margem sobre seus competidores.

Veja a relação dos dez termos mais buscados em janeiro no serviço de buscas Yahoo! Brasil:

1.Big Brother Brasil

2.Luma de Oliveira

3.Viviane Araújo

4.Cláudia Leitte

5.Paola de Oliveira

6.Carnaval 2009

7.Robinho

8.Campeonato Paulista

9.Jesus Luz

10.Alanis Morissette

da Info