Fórmula UM: GP da Alemanha

História da Fórmula 1 – GP de Hockheim
Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,Maria Teresa de Filippis,1958,GP Alemanha,Maserati 250F,Hockheim,Blog do MesquitaMaria Teresa de Filippis – Maserati 250F
Primeira Mulher a Competir na F1, 1958

Primeira Vitória de Barrichello na F1,2000

Acidente Burti, no ar, e Schumi, 2001 Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,Burti,2001,GP Alemanha,Hockheim,Blog do Mesquita

Patrick Tambay – Ferrari 162C2,1982 Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,Ferrari 162C2,Patrick Tambay,GP Alemanha,Hockheim,1982,Blog do Mesquita

JJLetho,Matra,2000 Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,JJLetho,Matra,GP Alemanha,Hockheim,2000,Blog do Mesquita

Jordan,1997 Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,Jordan,1997,GP Alemanha,Hockheim,2000,Blog do Mesquita
Felipe Massa, Williams, 2014
Williams Formula One driver Felipe Massa of Brazil crashes with his car in the first corner after the start of the German F1 Grand Prix at the Hockenheim racing circuit, July 20, 2014. REUTERS/Kai Pfaffenbach (GERMANY - Tags: SPORT MOTORSPORT F1 TPX IMAGES OF THE DAY) ORG XMIT: KAI02

Phill Hill, Ferrari,1963Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,GP Alemanha,Hockheim,Blog do Mesquita

Vittorio Brabilla,1976 Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,GP Alemanha,Hockheim,Blog do Mesquita,Vittorio Brambilla,1976

Brian Redman – De Tomaso 505,1970 Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,GP Alemanha,Hockheim,Blog do Mesquita,De Tomaso 505,Brian Redman,1970

Jean-Pierre Jarier, Gitanes Ligier-Ford JS21, 1983 Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,GP Alemanha,Hockheim,Blog do Mesquita,Jean-Pierre Jarier, Gitanes Ligier-Ford JS21, 1983

Jim Clark, Denny Hulme, Jackie Stewart, Dan Gurney,1967 Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,GP Alemanha,Hockheim,Blog do Mesquita,Jim Clark, Denny Hulme, Jackie Stewart, Dan Gurney,1967

Jim Clark,Lotus,1963 Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,GP Alemanha,Hockheim,Blog do Mesquita,Jim Clark,Lotus,1963

Jochen Rindt,Lotus,1970 Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,GP Alemanha,Hockheim,Blog do Mesquita,Jochen Rindt,1970

Michelle Alboreto, Nigel Mansell, 1985 Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,GP Alemanha,Hockheim,Blog do Mesquita,Michelle Alboreto, Nigel Mansell, 1985

Ayrton Senna, Candy Toleman-Hart TG184, 1984Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,GP Alemanha,Hockheim,Blog do Mesquita,Ayrton Senna, Candy Toleman-Hart TG184, 1984

Ayrton Senna,MC Laren Honda,1991
Esporte,Automobilismo,Fórmula UM,F1,GP Alemanha,Hockheim,Blog do Mesquita,Ayrton Senna,1991


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Design: Berlineta Interlagos

Willys – Berlineta Interlagos
Design,Veiculos,Berlineta Interlagos,Willys,Blog do Mesquita

Berlineta Interlagos,1963,Blog do Mesquita

Autódromo de Interlagos 1963 – 1600 Kms

Willys Interlagos Berlineta Alpine A108
Pilotado por 
Geraldo “Mancal” Meirelles Freire e Antonio Carlos Scavone
Seguidos pelo Simca Chambord de Jaime Silva e Fernando “Toco Martins”
e o Simca de Ciro Cayres e Ubaldo Lolli


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Red Bull vai testar nova proteção de cockpit em treino livre

Equipe apresentará alternativa ao criticado sistema Halo já testado pela Ferrari.

Red Bull vai testar nova proteção de cockpit em treino livre

A Red Bull irá correr com o seu sistema de proteção de cockpit em uma volta de instalação durante a sexta-feira de treinos livres para Grande Prémio da Rússia, confirmou nesta quinta-feira a equipe.

A organização baseada em Milton Keynes tem trabalhado duro na sua alternativa para o Halo, com testes estáticos tendo ocorrido durante a última semana para entender melhor como ele vai funcionar.

Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H running the Halo cockpit cover
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H running the Halo cockpit cover
Red Bull Halo concept
A possible future semi-closed canopy design by Red Bull
A possible future semi-closed canopy design by Red Bull

Embora o teste de conceito provavelmente continue durante os próximos meses, a equipe quer testar o sistema em um carro para que se possa avaliar tanto a visibilidade do piloto como a opinião do fã.

Um dos problemas com o Halo – que foi testado pela Ferrari nos testes de pré-temporada – foi que os fãs não gostaram da aparência.

A Red Bull acredita que sua opção- que tem um pilar central – será mais popular.

O diretor de prova da FIA, Charlie Whiting, deixou claro na semana passada, no entanto, que a palavra final sobre qual projeto seria usado a partir de 2017 teria a segurança como parâmetro.

No entanto, se ambos protegessem bem os pilotos de forma igual, então o projeto da Red Bull poderia obter a preferência se as equipes preferirem sua aparência.

“Pessoalmente, eu diria que é esteticamente mais agradável a solução (da Red Bull)”, disse Whiting. “Mas é apenas uma questão de gosto”.

“No entanto, se ambas as soluções funcionarem igualmente bem em testes, eu ficaria surpreso se houver um enorme desejo de manter o Halo.”

A Red Bull ainda não decidiu qual piloto correrá com a proteção de cockpit.

Competição de carros robóticos será realizada em 2016

A partir de 2016, o mundo verá sua primeira competição de corrida entre carros autônomos.

Automobilismo,Carros de Corrida,Robótica,Blog do Mesquita,Tecnologia

Os criadores da Formula E, modalidade que inclui apenas veículos elétricos, divulgaram o plano de implantar um campeonato com corridas de uma hora de duração, que testará a capacidade das equipes em desenvolver uma boa inteligência artificial.

A RoboRace, como será chamada a série, terá suas provas realizadas nos mesmos dias e circuitos da Formula E, com 10 equipes.

Cada uma das equipes terá dois carros competindo em cada prova, totalizando, portanto, 20 veículos por prova.[ad name=”Retangulo – Anuncios – Direita”]

Todos os veículos serão mecanicamente idênticos, produzidos pela Kinetik.

Então ficará a cargo das equipes criar a inteligência artificial que faça melhor uso do poder do automóvel. Os carros terão a velocidade máxima acima dos 300 km/h.

Como não haverá motoristas humanos pilotando os carros, os veículos conceituais, atualmente em fase de desenvolvimento, são bastante diferentes dos carros de corrida convencionais. Isso porque não há problemas de segurança ou risco de morte para o piloto.

“Em termos de tecnologia, estamos tentando fazê-los melhores que os humanos. Então isso significa que os carros terão aceleração mais alta e chegarão a altas velocidades”, diz Denis Sverdlov, da Kinetik.

“Mesmo se a corrida não for de alta velocidade como as modalidades convencionais, ainda será uma grande conquista”, completa ele em entrevista à Wired.

Participando das provas, que começarão junto da Formula E 2016/17, estarão várias empresas já estabelecidas no mercado, mas uma das equipes será organizada pela comunidade em forma de crowd-sourcing.

Via Wired e Ars Technica

Fórmula 1

Para quem gosta de Fórmula 1 um lista de trechos memoráveis de Grandes Prêmios.

Mais de 90 links para vídeos memoráveis de Grandes Prêmios ao longo dos anos

GP Las Vegas 1981
http://br.youtube.com/watch?v=FJ4fBSMaZvk
Piquet campeão Mundial

GP Brasil 1983
http://br.youtube.com/watch?v=HFnYQS6gIZQ
Piquet vence em casa

GP Itália 1983
http://br.youtube.com/watch?v=sPsjjyRT5xo
Piquet de volta a briga

GP África do Sul 1983
http://br.youtube.com/watch?v=pFzMo6rM2OA
Piquet x Prost decisão

GP Brasil 1984
http://br.youtube.com/watch?v=jzbbT4Uxq5E
Prost com tema da vitoria

GP Canadá 1984
http://br.youtube.com/watch?v=CZzqMwyy0Gg
Piquet vence as Mac Larens

GP Portugal 1984
http://br.youtube.com/watch?v=ZNP_fAVs-zE
Decisão Prost x Lauda ,pódio Senna

GP Portugal 1985
http://br.youtube.com/watch?v=Dy4WE-amIVQ
Primeira Senna

GP França 1985
http://br.youtube.com/watch?v=svLmPFIbvTw
Piquet vence e da show

GP Itália 1985
http://br.youtube.com/watch?v=jAB2nROlvNo
Prost c/ mão na taça

GP SPA 1985
http://br.youtube.com/watch?v=AUW84tdQxzE
Senna na chuva

GP Europa 1985
http://br.youtube.com/watch?v=YgX46PvVdRw
Prost campeão, Mansel 1 v

GP Austrália 1985
http://br.youtube.com/watch?v=yfe8a2afB_c
Senna lembra Villeneuve

GP Brasil 1986
http://br.youtube.com/watch?v=9b5NuHb7lic
Dobradinha histórica

GP Jerez 1986
http://br.youtube.com/watch?v=uaIU_KfDPG0
Senna por 14 milésimos

GP Austrália 1986
http://br.youtube.com/watch?v=ftt2KeYcmww
Decisão Prost, Mansel e Piquet

GP Alemanha 1987
http://br.youtube.com/watch?v=MwesD7b99vU
Piquet assume a ponta

GP Monza 1987
http://br.youtube.com/watch?v=JeYT_lXVBfw
GP sem bandeirada,pensa que é só o Pelé.

Continue lendo

Raikkonen tem em Spa sua maior chance para finalmente vencer Alonso

Se existe uma pista onde Kimi Raikkonen pode, finalmente, mostrar-se mais eficiente que o companheiro de Ferrari, Fernando Alonso, é Spa-Francorchamps.Ampliar

Não há dúvida de que o finlandês vai começar os treinos livres do GP da Bélgica com uma motivação extra. Seu melhor resultado até agora este ano foi um sexto lugar, na última corrida realizada, dia 27, na Hungria. Já Alonso chegou duas vezes ao pódio, terceiro na China e segundo na Hungria.

O fator que pode redimensionar o fim de semana de Raikkonen é o seu retrospecto notável no lendário circuito belga, o preferido de alguns dos maiores pilotos de todos os tempos, como Jim Clark, Ayrton Senna e Michael Schumacher.

Os números de Alonso nos ultrasseletivos 7004 metros de Spa, contudo, são muito modestos.[ad name=”Retangulo – Anuncios – Direita”]

“É a minha pista favorita”, afirmou o finlandês, nesta quinta-feira, em Spa. “É um dos únicos traçados antigos que sobreviveram, com suas curvas largas, rápidas, longas retas. É sempre um prazer correr aqui.”

O campeão do mundo de 2007 venceu quatro vezes o GP da Bélgica, em Spa. Em 2004 e 2005, com McLaren-Mercedes, e 2007 e 2009, Ferrari. Como em 2006 a prova não foi disputada, Raikkonen foi primeiro em quatro de cinco edições seguidas. Falhou apenas 2008, ao perder o controle da Ferrari a duas voltas do fim, sob chuva, quando lutava pela vitória com Lewis Hamilton, da McLaren-Mercedes.

“Esse é um circuito onde o piloto pode ainda fazer diferença”, comentou o finlandês. Mas a exemplo de Alonso procurou, nesta quinta-feira, reduzir as esperanças da torcida. “Acredito que este GP e o próximo (o da Itália, em Monza, dia 7) devam ser os mais difíceis para nós. São duas pistas onde é preciso ter elevada velocidade no fim das retas e esse é um dos nossos pontos fracos.”

O curioso nesse confronto entre os pilotos da Ferrari em Spa é que Alonso é uma unanimidade, considerado o mais completo do grid. Mas seu histórico no traçado mais seletivo do calendário, ao lado de Suzuka, no Japão, é surpreendentemente fraco.

O espanhol nunca largou sequer na primeira fila no GP da Bélgica, nas dez edições da prova que disputou. Em corrida, ainda não venceu na F1. Os melhores resultados foram duas segundas colocações, em 2005, com Renault, e 2013, Ferrari. Em 2007, com McLaren-Mercedes, foi terceiro. Em 2000, obteve em Spa a sua única vitória na Fórmula 3000, antecessora da GP2, sob chuva.

“É um circuito que adoro”, afirmou Alonso, sem apreciar a lembrança da falta de resultados. “E esse ano é muito difícil que possamos lutar pela vitória também.” O clima poderia ser um fator capaz de mudar a ordem lógica de forças para as 44 voltas da corrida, dando a Ferrari alguma chance de uma grande surpresa. “Mas há boa possibilidade de chover apenas no sábado”, disse Alonso.

Outros pilotos excepcionais da F1 têm em Spa retrospecto compatível com a sua fama. Michael Schumacher celebrou a vitória seis vezes, 1992, 1995, 1996, 1997, 2001 e 2002; Ayrton Senna, cinco, 1985, 1988, 1989, 1990 e 1991; Jim Clark, quatro, de 1962 a 1965.

De volta à luta particular entre Raikkonen e Alonso na Ferrari, um bom resultado do finlandês pode até afastar de vez o risco, existente, de ser dispensado pela equipe no fim do ano. Já foi em 2009. A razão é a enorme diferença entre a sua produção e a de Alonso.

Depois de 11 etapas, este ano, Raikkonen soma 27 pontos, é o 12.º no Mundial, enquanto o espanhol tem 115, quarto. São nada menos de 88 pontos a mais.

Os dois lembraram nesta quinta-feira que os 22 pilotos do grid terão um desafio a mais este ano: o novo regulamento reduziu significativamente a capacidade de os carros gerarem pressão aerodinâmica.

E a Pirelli passou a produzir pneus mais duros, com maior autonomia, mas menos aderência, apesar da escolha surpreendente ousada para Spa, médios e macios. Esperava-se que fossem os duros e médios, por causa da elevada solicitação de carga das curvas velozes e longas.

“Será difícil contornar algumas curvas flat out (acelerador no curso máximo), como fazíamos antes”, afirmou Raikkonen. Mas a estatística prova que ele é um especialista em Spa.
Livio Oricchio/Do UOL, em Spa (Bélgica)