loader
Arte | Poesia | Literatura | Humor | Tecnologia da Informação | Design | Publicidade | Fotografia

Antônio Ramos Rosa – Poesia domingo, 16 de dezembro de 2018

É por ti que vivo Antônio Ramos Rosa Amo o teu túmido candor de astro a tua pura integridade delicada a tua permanente adolescência de segredo a tua fragilidade acesa sempre altiva Por ti eu sou a leve segurança de um peito que pulsa e canta a sua chama que se levanta e inclina ao teu hálito de pássaro ou à chuva das tuas pétalas de prata Se guardo algum tesouro não o prendo porque quero oferecer-te a paz de…

Antônio Ramos Rosa – Versos na tarde – 17/05/2018 quinta-feira, 17 de maio de 2018

Estou vivo e escrevo o sol. António Ramos Rosa Eu escrevo versos ao meio-dia e a morte ao sol é uma cabeleira que passa em frios frescos sobre a minha cara de vivo Estou vivo e escrevo sol Se as minhas lágrimas e os meus dentes cantam no vazio fresco é porque aboli todas as mentiras e não sou mais que este momento puro a coincidência perfeita no acto de escrever e sol A vertigem única da verdade em riste…

António Ramos Rosa – Versos na tarde – 04/07/2015 sábado, 4 de julho de 2015

Poema António Ramos Rosa¹ Tinhas um nome de trigo e de silêncio e no círculo da tua íris a melancolia de um verde leve e de um lilás suave. O teu sorriso cintilava como o oiro da penumbra O vento da sombra despenteara-te os cabelos e o negro ramalhete de uma madeixa esguia pendia sobre a tua fronte pálida e indecisa Aproximei-me do teu rosto como uma vogal branca e acariciei-o como se acaricia uma nascente de linho ou uma…

Antônio Ramos Rosa – Versos na tarde – 08/04/2014 terça-feira, 8 de abril de 2014

Poema Antônio Ramos Rosa¹ Não posso adiar o amor para outro século não posso ainda que o grito sufoque na garganta ainda que o ódio estale e crepite e arda sob as montanhas cinzentas e montanhas cinzentas Não posso adiar este braço que é uma arma de dois gumes amor e ódio Não posso adiar ainda que a noite pese séculos sobre as costas e a aurora indecisa demore não posso adiar para outro século a minha vida nem o…

© Copyright 2018 Blog do Mesquita - Direitos Reservados. | POLÍTICA DE PRIVACIDADE | MBrasil