Aila Sampaio – Versos

Mentira Aíla Sampaio ¹   O desespero do mar a quebrar nas pedras é não poder tocar o céu e viver essa ilusão que os nossos olhos criaram num ponto distante   Igual é o meu motivo de ser triste: ser lua e saber-te sol viver da tua luz sem poder ver que é em … Continued

Postado na categoria: Brasil, Literatura - Palavras chave: , , ,

Aíla Sampaio – Versos na tarde – 03/07/2016

De outro tempo Aíla Sampaio¹ Há em mim uma casa desabitada perdida no abandono dos ventos que sopram sem direção há portas que batem silenciosas atrás de um adeus sem data, lágrimas nas paredes retintas e trancas enferrujadas nos portais há hera entranhada nas vigas, nos muros e em minha alma, fechando porteiras, lacrando janelas … Continued

Postado na categoria: Padrão - Palavras chave: , ,

Aila Sampaio – Versos na tarde – 17/12/2015

Ah destino! Aíla Sampaio¹ Enquanto te debulhas em marcar o meu próximo passo, um pássaro me oferta suas asas e o sol arrefece seus raios para me ver alçar vôo. E quando penso que enfim driblei a tua fúria, tu, agasalhado na imponderável sina, não respeitas o meu desejo de rasgar as distâncias. Ris da … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Aíla Sampaio – Reflexões na tarde – 12/06/2014

Namorar… Aíla Sampaio 12 de junho, dia dos namorados. A gente sabe que é mais uma data para movimentar o comércio, alimentar o consumo, mas nem se rebela, por que é tão sublime a causa… namorar é bom demais. É colocar o pé no acelerador da vida. Olhar nos olhos e ter vontade de atravessar … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , , , ,

Aíla Sampaio – Versos na tarde – 13/05/2014

Desisto de ti Aíla Sampaio ¹ Desisto de ti, da tua impossibilidade da esperança de contemplarmos a lua sem olhar o relógio. Desisto do que achei que eras e do que és – inconstante amor da maturidade – verdade mentirosa do meu coração. Desisto de não poder estar contigo dos beijos que não me deste, … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Aíla Sampaio – Versos na tarde – 03/04/2014

Intervalo Aíla Sampaio ¹ Entre o que foste e o que és há meu olhar mudando de horizonte como pontes que se movem para outros acessos, para outro mar. Há silêncios intempestivos como os dos ventos dos desertos como os do amor incerto entre o que foste e o que serás. ¹ Aíla Sampaio * … Continued

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , , ,

Aíla Sampaio – Versos na tarde – 25/09/2017

Um dia, meu bem Aíla Sampaio ¹ Um dia, meu bem, terei poderes para fazer tudo o que quero: construirei um jardim aonde possamos sentar e eu te contarei as histórias que Sherazade se esqueceu de narrar. Tu serás um rei e habitarás o meu castelo. Passearemos, todos os dias, para colher flores e, quando … Continued

Postado na categoria: Literatura, Padrão - Palavras chave: , , ,