Especialistas nos EUA e França veem jato de Campos ‘invertido’ em vídeo

O avião que transportava o candidato à presidência Eduardo Campos e seis outras pessoas pode ter voado “invertido”, ou seja, “com a barriga para cima” antes de sofrer a queda, segundo alguns especialistas ouvidos pela BBC Brasil na França e nos Estados Unidos.

Local do acidente do avião que levava Eduardo Campos, em foto de 14 de agosto (Reuters)

É possível que, ao arremeter, o avião estivesse a uma velocidade baixa em relação ao peso, diz analista

O avião Cessna Citation caiu em Santos, no litoral de São Paulo, no dia 13. A BBC Brasil pediu a especialistas em aviação para analisar o vídeo que mostra a aeronave ainda no céu, poucos segundos antes de sua queda.

O vídeo foi divulgado nesta semana por uma afiliada da TV Globo. As imagens do momento da queda foram filmadas por uma câmera instalada em um prédio em construção.

O especialista em aviação Jean Serrat, ex-piloto da Air France e ex-vice presidente do Sindicato Nacional dos Pilotos de Linha (SNPL) da França, acha que o avião estava invertido pouco antes da queda e ressalta que, se isso ocorreu, foi erro de pilotagem.

“É possível pensar que na hora de arremeter (procedimento em que o piloto, durante um pouso que não pode ser efetuado, decide voltar a subir) o avião estivesse a uma velocidade muito baixa em relação ao seu peso”, diz Serrat.

“Isso ainda é mais acentuado se o piloto estiver fazendo uma curva para mudar a trajetória”, diz Serrat. “Uma asa do avião pode ter perdido a sustentação, fazendo com que o avião virasse e ficasse em posição invertida, caindo de costas em alta velocidade”, afirma o especialista, ressaltando que se trata de uma hipótese.

“Como a altitude era muito baixa, o piloto não tinha mais tempo para retomar o controle e fazer manobras para recuperar o voo”, acrescenta o ex-piloto.

“Ou o piloto não fez os procedimentos corretos com o flat da asa ou não estava na velocidade adequada no momento de arremeter o avião. O avião caiu em grande velocidade e com ângulo de descida muito superior ao normal”, acrescenta.

Para Gérard Arnoux, ex-presidente do Sindicato dos Pilotos da Air France (SPAF), que realizou investigações paralelas sobre o acidente com o voo Rio-Paris da companhia aérea, em 2009, o piloto do Cessna que transportava Campos “perdeu o controle” da aeronave.

“O avião caiu com uma inclinação muito forte e com velocidade muito elevada”, diz Arnoux.

Mas diferentemente de outros especialistas ouvidos pela BBC Brasil, Arnoux diz não achar, ao observar as imagens do vídeo, que o avião estivesse invertido no momento da queda.

‘Fora de controle’

Após assistir ao vídeo, o especialista americano Peter Goelz, ex-diretor da National Transportation Safety Board (NTSB), agência responsável pela investigação de acidentes aéreos nos EUA, também destacou o fato de o avião parecer estar invertido.

“Parece que o piloto perdeu completamente o controle”, disse Goelz à BBC Brasil.

Ao comentar a hipótese de desorientação espacial do piloto, o americano diz que “é possível ocorrer”, mas salienta que, “em um avião como o Citation, que tem sistemas de controle de voo muito sofisticados, é pouco provável que seja apenas isso, deve haver algo mais”.

Segundo especialistas, desastres aéreos costumam ser resultado de um conjunto de fatores.

Apesar de ressaltar que é muito difícil, neste momento, determinar o que causou o acidente, Goelz acredita que os investigadores também irão concentrar sua atenção, entre outros fatores, sobre as condições meteorológicas na hora do desastre.

Pressão

O americano destaca que um dos fatores observados nesse tipo de acidente é a possível pressão sobre a tripulação para voar mesmo com mau tempo. Goelz lembra que houve nos EUA vários casos de acidentes aéreos com políticos eleitos ou candidatos em condições semelhantes.

Em 2000, o governador do Estado do Missouri, Mel Carnahan, morreu em um desastre aéreo durante sua campanha para o Senado. O avião, um Cessna pilotado pelo filho do candidato, caiu em uma área de floresta durante uma tempestade, matando as três pessoas a bordo.

Em 2002, o senador Paul Wellstone, de Minnesota, que buscava a reeleição, morreu 11 dias antes do pleito, em um acidente que matou outras sete pessoas, entre elas sua mulher e sua filha, também durante mau tempo.

“Como há um candidato ou autoridade eleita a bordo, e ele tem um compromisso, há maior pressão sobre a tripulação para completar o voo, completar a missão”, afirma Goelz.

“Tenho certeza de que as pessoas (investigando o acidente no Brasil) estão preocupadas com isso. Que esta tripulação queria completar sua missão para o candidato. E com o tempo ruim. Em circunstâncias normais, sem o candidato no avião, talvez não o tivessem feito.”

Técnicos americanos da NTSB, da Federal Aviation Administration (FAA), autoridade da aviação civil dos EUA e da Cessna, fabricante da aeronave, com sede nos EUA, foram enviados ao Brasil para auxiliar nas investigações. Também foram enviados técnicos do Canadá, país da fabricante do motor, a Pratt & Whitney Canada.
Daniela Fernandes e Alessandra Correa/Da França e dos Estados Unidos para a BBC Brasil

Formula 1: Massa bate forte mas passa bem

Felipe Massa bate forte, é levado para hospital em Budapeste, mas passa bem

Objeto, possivelmente do carro de Rubens Barrichello, atinge capacete do piloto da Ferrari, e ele se choca com a barreira de pneus em Hungaroring

Felipe Massa bateu forte no fim da segunda parte do treino classificatório para o GP da Hungria. O brasileiro teve seu capacete atingido por um objeto, que possivelmente caiu do carro de Rubens Barrichello, e bateu de frente na barreira de pneus em um dos pontos mais rápidos do circuito de Hungaroring. Ele foi retirado do carro e atendido no centro médico do autódromo. Depois, foi levado, de helicóptero, para um hospital da região. Segundo a Ferrari, o piloto passa bem. Clique no vídeo ao lado e veja as imagens do acidente.

Felipe Massa acidente GP Hungria 2009Foto Agência/Reuters Agência/Reuters

Massa perdeu o controle de seu carro e saiu da pista na quarta curva. Segundo as imagens gravadas pela câmera instalada em seu carro, o capacete do brasileiro foi atingido logo antes da curva por um pequeno pedaço de metal. Dez minutos depois da batida, o brasileiro ainda estava dentro do veículo.

Em entrevista à repórter Mariana Becker, da Rede Globo, Rubens Barrichello disse que Massa estava consciente.

– Ele tinha um corte na cabeça, talvez causado pela peça solta que pegou na cabeça, que talvez tenha caído do meu carro. Ele estava agitado, falando, consciente. Eles vão levá-lo para o hospital para fazer uma análise melhor. Tiveram de fazer ele adormecer por precaução, mas está tudo bem – diz Barrichello.

G1

Michael Jackson – Vídeo inédito do comercial da Pespi

A revista americana Us publicou em seu site nesta quarta-feira (15) um vídeo inédito mostrando cenas do acidente que o cantor Michael Jackson sofreu durante as gravações de um comercial da Pepsi em janeiro de 1984. Na ocasião, Jackson sofreu queimaduras de segundo e terceiro grau na face e perdeu parte do cabelo quando efeitos pirotécnicos explodiram antes do previsto.

Fotos do vídeos:
Fotos-Michael-Jackson-comercial-da-pepsi-cabelo-queimado

Fotos-Michael-Jackson-comercial-da-pepsi-cabelos-queimado

Este acidente tem sido citado como o início do vício de Michael Jackson em analgésicos, que pode ter causado sua morte.

O vídeo contém imagens vistas pela primeira vez pelo público (algumas das cenas podem chocar).

Fonte Saiu no Jornal

Avião Air France – Encontrados 41 corpos no acidente do Airbus

 
Primeiros corpos resgatados vão para o Recife nesta quarta-feira.
Destroços retirados por franceses não serão repassados a brasileiros.

O tenente-brigadeiro Ramon Cardoso afirmou, nesta terça-feira (9), que já foram resgatados 41 corpos de vítimas do acidente com o Airbus da Air France.

Os 16 primeiros corpos resgatados, que já estão em Fernando de Noronha, serão levados de helicóptero para o Recife na tarde de quarta-feira (10). Segundo Cardoso, 25 corpos estão embarcados na Fragata Bosísio, que deixa a área de buscas em direção a Fernando de Noronha.

O Airbus da Air France transportava 228 pessoas de 32 nacionalidades, entre passageiros e tripulantes. O voo, de número 447, deixou o Rio de Janeiro no dia 31 de maio às 19h30 (horário de Brasília) e fez o último contato de voz às 22h33. Às 22h48, o avião saiu da cobertura do radar de Fernando de Noronha.

As equipes de buscas vão continuar o trabalho durante a noite desta terça-feira, concentradas nas áreas em que foram localizados os corpos. “Todos os barcos que estão na área de buscas têm condições de guardar os corpos encontrados até a chegada de embarcações maiores”, afirmou Cardoso.

Aeronaves e navios franceses trabalham em conjunto com as embarcações brasileiras.

Veja a área onde ocorrem as buscas por destroços e corpos

veja-a-area-onde-ocorrem-as-buscas-por-destrocos-e-corpos
Clique para ampliar

“Se o mar estiver forte ou se os ventos estiverem fortes, vão atrapalhar o trabalho de passar os corpos dos barcos para os helicópteros”, disse Cardoso. “São calculados cerca de 40 minutos de operação para que cada helicóptero efetue o resgate dos corpos. Eles têm capacidade para resgatar oito corpos de cada vez.”

Destroços
O oficial afirma que houve ajuda do governo americano apenas durante as buscas por possíveis sobreviventes, no início das operações. “Desconheço ajuda do governo americano”, disse. 

Segundo Cardoso, os destroços encontrados por navios franceses não precisam ser repassados aos militares brasileiros. O Escritório francês de Investigação e Análise (BEA), responsável pelas averiguações sobre a tragédia, vai receber e cuidar de todos os destroços.

Porém, no caso de vítimas, os navios franceses que encontrarem corpos vão enviá-los para perícia no Recife. De acordo com Cardoso, todos os corpos que foram avistados já foram recolhidos.

Na quarta-feira (10), as buscas entrarão na área de Dakar, porque as correntes podem ter levado corpos para a região. “Mas todas as áreas em que estamos fazendo as buscas estão dentro do planejado”, afirmou Cardoso.

 Segundo a Aeronáutica, dois investigadores franceses vão chegar ao país. Não há informações sobre o local onde vão ficar ou as atividades dos investigadores franceses no Brasil. “Se houver necessidade de algum apoio, nós poderemos fornecer. Para que eles não tenham que trazer determinados equipamentos, poderiam ser utilizados aqueles já disponíveis aqui”, afirmou.

Veja a nota oficial da Marinha e da Aeronáutica

 O Comando da Marinha e o Comando da Aeronáutica informam que até este momento um total de 41 corpos foi resgatado, sendo que 25 deles encontram-se embarcados na Fragata Bossio.

Os 16 primeiros corpos resgatados, que estão em Fernando de Noronha, serão transportados por uma aeronave Hércules C-130 para a Base Area de Recife nesta quarta-feira, 10 de junho, no período da tarde.

As ações de busca e resgate continuarão durante a noite de hoje, a exemplo do que tem ocorrido, e estarão concentradas nos pontos onde foram localizados os corpos.
O governo Francês solicitou o ingresso, em águas jurisdicionais brasileiras, de dois rebocadores de alto-mar contratados pela França: o Fairmount Expedition e o Fairmount Glacier, que levarão a bordo 40 toneladas de equipamentos para auxílio às buscas dos destroços. Além disso, o Submarino Nuclear Meraude, o Navio de Pesquisa Porquoi Ps e o Navio Anfíbio Mistral, estão seguindo para a área das buscas, em coordenação com o SALVAERO.

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA
CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA AERONÁUTICA

Fonte: Saiu no Jornal

Lista dos feridos no acidente da Igreja Renascer em Cristo

A Igreja Renascer em Cristo, que teve o teto desabado no último domingo (19/01/2009) em sua sede, em São Paulo, divulgou uma lista dos feridos e hospitais.

Segue abaixo a lista:

LISTA OFICIAL DOS INTERNADOS NOS HOSPITAIS
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 19/01/2009 – 07:58H Continue lendo