STF elimina a Lei de Imprensa da legislação brasileira


Por 7 votos contra 4, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) acabaram de votar pela revogação total da Lei de Imprensa, criada em 1967. A partir de agora, os jornalistas ficam amparados pela Constitucional Federal e pelos códigos Penal e Civil.

Votaram a favor da revogação total os ministros Carlos Alberto Menezes Direito, Cezar Peluso, Celso de Mello, Carmen Lucia e Ricardo Lewandowski. Eles seguiram Carlos Ayres Britto, relator do caso, e o ministro Eros Grau, que votaram na sessão de 1 de abril.

– O preço do silêncio para a liberdade dos povos é muito mais alto do que a livre circulação das ideias. Não é possível legislar com conteúdo punitivo que criem condições de intimidação. Por outro lado, a dignidade da pessoa humana deve ser assegurada para a liberdade de imprensa – votou Menezes Direito.

O ministro Marco Aurélio Mello foi o único a defender a manutenção total da lei como é hoje. Para Mello, a lei deve ser mantida até que o Congresso Nacional substitua a lei por outra, para não causar um vácuo “que leve à Babel”.

Gilmar Mendes, presidente do tribunal, defendeu a revogação parcial da lei e a manutenção do artigo que trata do direito de resposta. Joaquim Barbosa e Ellen Gracie também votaram pela continuidade dos artigos 20, 21, 22, que tratam de crimes contra a honra – injúria, calúnia e difamação.


Você pode se interessar também sobre: Eleições 2010: pedido de cassação de Dilma feito pelo PSDB é negado pelo TSE


– A imprensa pode ser destrutiva de pessoas públicas e privadas como temos assistido neste país. Sou defensor da mais ampla liberdade de imprensa especialmente sobre a fiscalização de agentes públicos, mas tenho reticências que que o mesmo tratamento seja dado ao cidadão comum – defendeu Barbosa.

Estes três itens eram os mais polêmicos da lei, porque batiam de frente com alguns artigos da Constituição Federal. No caso do crime de calúnia, por exemplo, a pena prevista no Código Penal é de um ano. Na lei de imprensa, a punição sobe para três anos.

A Lei de Imprensa foi questionada no Supremo pela primeira vez em 2007, com uma ação do PDT. O deputado Miro Teixeira, autor da ação, alega a atual legislação impõe sanções muito severas aos jornalistas e, por isso, acaba sendo usada como instrumento contra a liberdade de expressão dos meios de comunicação.

Juliana Boechat

Postado na categoria: Brasil, Direito - Palavras chave: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Leia também:

Eleições 2010. Na surdina políticos querem cassar os eleitores
Eleições 2010. Na surdina políticos querem cassar os eleitores

Atenção Tupiniquins! Enquanto vocês se ocupam com a convocação ou não do Ronaldo, a turma no Congresso, não dorme. A corja política ta armando uma tramóia sem precedentes contra a...

May 12, 2009, 10:05 am
Brasil - Da série
Brasil - Da série "Acorda Brasil" - O Ministério da Amazônia

Assistimos hoje mais uma ação da Polícia Federal contra as madereiras ilegais na Amazônia. Parece haver um hiato entre o que acontece por lá e a inoperância do Ibama e...

February 27, 2008, 11:52 am
Carlos Drummond de Andrade - Versos na Tarde
Carlos Drummond de Andrade - Versos na Tarde

Verdade Carlos Drummond de Andrade ¹ A porta da verdade estava aberta, mas só deixava passar meia pessoa de cada vez. Assim não era possível atingir toda a verdade, porque...

November 14, 2010, 9:00 pm
Corrupção - Funaro entrega Temer
Corrupção - Funaro entrega Temer

Em depoimento à Polícia Federal, o doleiro Lúcio Funaro afirma que Michel Temer sabia do lamaçal de corrupção no PMDB. Temer não conhece o Funaro tanto quanto não sabia quem...

June 17, 2017, 10:40 am
Jair Bolsonaro: deputado homofóbico absolvido no Conselho de Ética da Câmara Federal
Jair Bolsonaro: deputado homofóbico absolvido no Conselho de Ética da Câmara Federal

Acatando o Direito Constitucional da livre manifestação de pensamento, o Conselho de Ética da Câmara Federal absolveu o Deputado Jair Bolsonaro, e decidiu pelo arquivamento da representação apresentada pelo PSOL contra o...

July 14, 2011, 12:10 pm
O que pode se esconder sob a crise do Brasil
O que pode se esconder sob a crise do Brasil

"Nas democracias, governantes não são ungidos por Deus, mas eleitos pela vontade popular". O Brasil atravessa uma grave crise que, segundo analistas, que não são poucos, é mais política do...

August 27, 2015, 10:10 am