Simão Jatene e sua corte


Brasil: da série “o tamanho do buraco”!

Por causa de uns brioches Maria Antonieta perdeu literalmente a cabeça. O que dizer de um político (sic) que usa o Estado dessa maneira.

O que sua ex-celência pretende deixar como legado?

Firma-se cada vez mais, a convicção de que no Brasil o fundo do poço é somente um estágio.

O Editor


Você leu?: China e Bolsonaro transformam a carne em produto quase de luxo no Brasil



O governador e seus 450 assessores

No Pará, Simão Jatene distribui cargos comissionados a parentes de políticos, desembargadores e empresários.
Jatene contratou familiares de desembargadores para seu gabinete.

Quando assumiu o governo do Pará, o governador Simão Jatene (PSDB) enviou mensagem à Assembleia Legislativa alertando para o rombo nas contas do Estado, anunciou o enxugamento da máquina e demitiu mais de mil assessores da gestão anterior. O que era para virar um exemplo de boa gestão, no entanto, ameaça tornar-se um escândalo. Em dois meses, a fim de acomodar interesses de diferentes setores, Jatene já deu posse a 450 novos assessores especiais, entre familiares de deputados aliados, de membros do Judiciário e de empresários amigos.

O cúmulo do fisiologismo foi a entrega a Jatene de uma lista com a indicação de parentes de 12 desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado, que tem o poder de decidir sobre intervenção federal e pagamento de precatórios. A farra foi tanta que a OAB do Pará vai pedir ao Conselho Nacional de Justiça abertura de investigação sobre as nomeações do TJ. “Trata-se de um fato gravíssimo. Uma prática generalizada de nepotismo cruzado, uma troca de favores espúria”, afirma o presidente da OAB-PA, Jarbas Vasconcelos.

 

Até agora, a OAB já confirmou as nomeações de parentes de quatro juízes. É o caso, por exemplo, de Rosa de Fátima Queiroz das Neves, que vem a ser a mulher do desembargador Cláudio Augusto Montalvão Neves. Nomeada para o cargo de assessora do gabinete do governador, Rosa receberá salário de R$ 4 mil. Montalvão, por sua vez, já empregava no próprio gabinete a nora do governador, Luciana Lopes Labad Jatene. Na mesma linha, foram nomeadas as irmãs Karla Karime e Kamille Kelly Vasconcelos Guerreiro, filhas do desembargador Constantino Augusto Guerreiro, além de Lindalva Gonçalves de Araújo Nunes, ex-mulher do desembargador Rômulo José Ferreira Nunes, que foi presidente do TJ-PA.

Por nota, o governo do Pará deu uma explicação quase enigmática para justificar a nomeação de tantos parentes: “As relações de parentesco não são critério para a inclusão de profissionais na estrutura de governo, e a exceção dos casos de nepotismo, tampouco, para exclusão.” A bancada do PT na Assembleia Legislativa tem um projeto de lei para limitar a prática de nomeações, que começou em 1994 com o governo tucano de Almir Gabriel e seguiu anos a fio. Acontece que a própria Ana Júlia chegou a ter 1.500 assessores especiais, inclusive parentes de alguns desembargadores. Com telhado de vidro, será que a oposição terá interesse real em acabar com essa farra?

Claudio Dantas Sequeira/Istoé

Postado na categoria: Brasil, Comportamento, Política - Palavras chave: , , , , , , , , , , , ,

Leia também:

Qual é o papel do Brasil na luta contra as mudanças climáticas?
Qual é o papel do Brasil na luta contra as mudanças climáticas?

COP25:o país chega sem o protagonismo que tinha

December 2, 2019, 1:32 pm
Fotografias - O retrato do Brasil “na direção correta”
Fotografias - O retrato do Brasil “na direção correta”

A vida como não deveria ser

December 8, 2019, 12:28 pm
'Soldados de Jesus': neopentecostais armados atormentam as minorias religiosas do Brasil
'Soldados de Jesus': neopentecostais armados atormentam as minorias religiosas do Brasil

Os "soldados de Jesus" haviam chegado

December 9, 2019, 1:01 pm
O agrotóxico que matou 50 milhões de abelhas em Santa Catarina em um só mês
O agrotóxico que matou 50 milhões de abelhas em Santa Catarina em um só mês

A substância foi proibida em países como Vietnã, Uruguai e África do Sul

November 21, 2019, 12:37 pm
Brasileiros nascidos hoje terão dificuldade para respirar no futuro, diz estudo climático
Brasileiros nascidos hoje terão dificuldade para respirar no futuro, diz estudo climático

No Brasil, a poluição do ar é um dos pontos que trará problemas para as crianças de hoje e de amanhã.

November 17, 2019, 2:04 pm
Os impactos da liberação da cana na Amazônia e no Pantanal
Os impactos da liberação da cana na Amazônia e no Pantanal

O governo federal revogou, na semana passada, um decreto de 2009 que estabelecia o zoneamento agroecológico da cana-de-açúcar

November 14, 2019, 11:15 am