• mqt_for@hotmail.com
  • Brasil

Silvio Berlusconi e o estupro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Na América Latina nós “usufruímos” das tragicomédias produzidas pelo chefe dos Tupiniquins, pelo cocaleiro boliviano e pelo maluquete das Caraíbas.

Pois a Europa não fica atrás em matéria de dirigente que vive metendo, cem trocadilhos, os pés pelas mãos. O neo-fascista Silvio Berlusconi soltou mais uma de suas “pérolas” de chauvinismo explícito.

Declaração de Silvio Berlusconi sobre onda de estupros na Itália gera polêmica e críticas
Conhecido por suas gafes, o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, é alvo de novas críticas em virtude de um comentário infeliz sobre uma onda de estupros em algumas cidades do país. Em Roma e na Sardenha, ilha no Mediterrâneo, foram registrados mais de 60 casos no último mês, quase 30% a mais do que a média.

” Não poderíamos recrutar uma força grande o suficiente para evitar este risco [de estupros]. Teríamos de ter tantos soldados nas ruas quanto mulheres bonitas. Não acho que conseguiríamos ”

Questionado sobre o uso de tropas federais para conter o aumento da violência sexual, o premier disse:

– Não poderíamos recrutar uma força grande o suficiente para evitar este risco. Teríamos de ter tantos soldados quanto mulheres bonitas. Não acho que conseguiríamos.

A declaração foi considerada “irresponsável” pela oposição. Para o líder do Partido Democrata, Walter Veltroni, o premier fez uma “piada de mau gosto perante o drama de tantas mulheres que foram violadas nos últimos dias”.

Nem mesmo a ministra da Igualdade, Vittoria Franco, perdoou o premier.

– Ele foi insolente e disse coisas ofensivas às mulheres – disse. – Berlusconi está dizendo que as mulheres que saem de casa correm o risco de ser estupradas ou atacadas porque não é possível deixar o país seguro.

Confrontado, Berlusconi defendeu-se minimizando o valor da sua declaração e classificando os casos de estupro como “indignos” e “execráveis”.

O Governo anunciou no sábado que reforçará de 3 mil para 30 mil o número de soldados a patrulharem as principais cidades italianas e locais considerados “de risco” como embaixadas e centros que podem estar “na mira do terrorismo”.

O Globo

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em administração e bacharel em Direito. Pós-graduado em Direito Constitucional. Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. É diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo do Aero Clube do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association, Usa. É membro honorário da Academia Fortalezense de Letras.

Gostou? Deixe um comentário