Senado pagou R$70 mil pra senadora Ideli fazer “cursos” no exterior


Brasil: da série “só dói quando eu rio!”

Segurai os bolsos Tupiniquins! Mais um “distrupiço” cometido com o seu, o meu, o nosso sofrido dinheirinho.

A súcia instalada no senado desta pobre, depauperada e expoliada nação, não nos deixa passar um dia sem que emerjam da lama falcatruas diversas.

Aparece agora a senadora Ideli Salvati, PT – SC, fazendo curso para executivos. Estará sua (dela) ex-celência, já temendo a não reeleição, afinal pode ser que os catarinenses acordem, pavimentando o caminho para atividades empresariais?

O discurso dessa turma é recheado de ética, transparência e idoneidade. Que a senadora, no mínimo — já que o conselhinho de ética atua na base do “fazemos qualquer negócio”, vide Sarney e Arthur Virgílio — assim como o fez o líder tucano devolva a grana aos depauperados bolsos da viúva.


Você leu?: Amazônia está sob ataque


Como essa turma gosta de viajar, né? Eu também. Só que o faço com meu dinheiro.

O editor


Senado gastou R$ 70 mil em curso de Ideli em 3 países

Senadora e assessor fizeram treinamento de empresa fundada no Brasil por filiado ao PT

“Grandes executivos” são os principais clientes do evento, diz representante no país; etapas foram no México, na Argentina e na Espanha

O Senado gastou pelo menos R$ 70 mil para a senadora Ideli Salvatti (PT-SC) e um assessor participarem de um curso voltado para a capacitação de executivos realizado em três etapas, no México, na Argentina e na Espanha, entre abril de 2007 e janeiro de 2008.

Chamado “The Art of Business Coaching“, o evento foi promovido pela empresa Newfield Consulting, cujo fundador no Brasil é Luiz Sérgio Gomes da Silva, ex-funcionário do Palácio do Planalto e ex-assessor da CUT (Central Única dos Trabalhadores) e filiado ao PT.

Luiz Sérgio afirmou que o curso é mais voltado para executivos de empresas privadas, com técnicas e estratégias para capacitá-los a liderar equipes. “O principal cliente nosso é o gerente da grande empresa privada, em nível nacional e internacional. São os grandes executivos”, disse.

Atual líder do governo no Congresso, Ideli Salvatti foi acompanhada no curso pelo assessor Paulo André Argenta. Os dados das viagens constam na Tomada de Contas do Senado de 2008 enviada ao TCU (Tribunal de Contas da União).

Para os dois participarem do curso, o Senado desembolsou R$ 35.530 com as inscrições. Com diárias, a senadora gastou R$ 11.837,40 nas cidades onde o curso ocorreu: Cidade do México, Buenos Aires e Sevilha.

Além de participar das três etapas do curso com Ideli, o assessor Argenta fez mais três viagens sozinho para Buenos Aires, São Paulo e Florianópolis, entre julho e novembro de 2007. Recebeu R$ 15.208 para pagamento de diárias.

Argenta disse que ele e Ideli também tiveram as passagens aéreas pagas pelo Senado. A Folha fez uma estimativa e os dois teriam gasto, em valores atualizados, ao menos R$ 7.500 para comprar os bilhetes.

Adriano Ceolin e Andreza Matais – Folha de S. Paulo

Postado na categoria: Brasil, Comportamento, Política - Palavras chave: , , , , , , , , , , , , , ,

Leia também:

Alterar a presunção da inocência? Não se mudam leis com raiva!
Alterar a presunção da inocência? Não se mudam leis com raiva!

Da série De Tédio Ninguém Morre Neste País

November 22, 2019, 2:34 pm
A desigualdade no Brasil é medida pelos dentes
A desigualdade no Brasil é medida pelos dentes

O país dos banguelas

November 30, 2019, 2:18 pm
O agrotóxico que matou 50 milhões de abelhas em Santa Catarina em um só mês
O agrotóxico que matou 50 milhões de abelhas em Santa Catarina em um só mês

A substância foi proibida em países como Vietnã, Uruguai e África do Sul

November 21, 2019, 12:37 pm
Incêndios Florestais:Incêndios na Amazônia derretem geleiras andinas
Incêndios Florestais:Incêndios na Amazônia derretem geleiras andinas

Agora, cientistas brasileiros e franceses ligaram os pontos

November 29, 2019, 11:54 am
Encontro global no coração da Amazônia tenta adiar o fim do mundo
Encontro global no coração da Amazônia tenta adiar o fim do mundo

Na mitologia dos indígenas Yanomami, as borboletas saíram da borda do mundo para continuar a vida.

November 21, 2019, 12:19 pm
R$ 7 trilhões por ano: os estudos que tentam calcular quanto a Amazônia, em pé, rende ao Brasil
R$ 7 trilhões por ano: os estudos que tentam calcular quanto a Amazônia, em pé, rende ao Brasil

Seis milhões de brasileiros tiram sustento da floresta

November 25, 2019, 11:24 am