Samantha Silva – Versos na tarde


Traição
Samantha Silva ¹

Quando as luzes se apagaram
restou o silêncio entrecortado
do último dia de carnaval.
A vizinha do lado guardava as panelas
e os velhos de cima tossiam
vez por outra.
Da avenida em frente chegavam os sons
dos últimos viajantes
e algumas crianças ainda riam.
– Quando saí do banheiro
linda e cheirosa
o maldito roncava feito um porco.

¹ Samantha Silva
* Belo Horizonte, MG


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]


Você leu?: Manuel Alegre – Coisa Amar – Poesia


Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Leia também:

René Descartes
René Descartes

Pensarei que o céu, o ar, a terra, as cores, as figuras, os sons, e

November 19, 2019, 7:38 pm
Ana Luísa Amaral - Pequenos mosaicos - Poesia
Ana Luísa Amaral - Pequenos mosaicos - Poesia

É agora - na pura ausência das coisas

November 15, 2019, 8:00 pm
Aristóteles - O motor não movido do mundo
Aristóteles - O motor não movido do mundo

O próprio tirano é escravo de sua ambição

November 13, 2019, 7:06 pm
Sócrates - As três peneiras
Sócrates - As três peneiras

Um rapaz procurou Sócrates e disse-lhe que precisava contar-lhe algo sobre alguém.

November 14, 2019, 8:09 pm
Shakespeare a 17 mãos
Shakespeare a 17 mãos

Autoria mista em peças de Shakespeare?

October 26, 2019, 11:10 am
O Desejo de Discutir - Arthur Schnitzler
O Desejo de Discutir - Arthur Schnitzler

Se as discussões políticas se tornam facilmente inúteis

November 6, 2019, 7:00 pm