Saiu no blog.


Blog do Nelson Vasconcelos.

Perguntar não ofende
Ando meio sumido em busca de paz. Tá difícil, vocês nem sabem. Mas tô de olho em vocês. Nesse meio tempo, recebo aqui um email com meia dúzia de perguntas bem interessantes. Ei-las:


1) Se bandidos, como “Beira-Mar” e “Marcola”, não trabalham, nem possuem negócios, quem paga, ou com que dinheiro são pagos, os advogados desses bandidos? Esses advogados, na Declaração do Imposto de Renda, declaram essas receitas e de onde vieram? Os Advogados que os defendem podem ser considerados cúmplices, ou acusados de lavagem de dinheiro? De onde vem o dinheiro? Do tráfico de drogas, roubos, seqüestros ou de cúmplices ocultos do crime organizado?


2) Por que, no caso dos mensalões, o Congresso decidiu que políticos, comprovadamente envolvidos, que renunciaram para fugir a julgamento, no mandato passado, não podem ser julgados no mandato atual sob a desculpa de que foram “absolvidos pelo povo” que os reelegeu? Dentro da lógica, quem renuncia para fugir a um julgamento é inocente ou suspeito? O Congresso pode abrigar suspeitos de crime, nos quais não se pode confiar, entre os seus pares? Por que, nos EUA, um casal de bispos brasileiros foi preso e continua sob julgamento porque estava com 70.000 dólares não declarados, e, aqui, no Brasil, um assessor parlamentar, preso pela polícia no aeroporto com 100.000 dólares escondidos na cueca, está solto, e o seu deputado, reeleito, ambos impunes?


3) Será justo que, no Poder Judiciário, cúmplices das mesmas acusações, sejam julgados, separadamente: os juízes, no STF e os demais acusados, na justiça comum? As sentenças para o mesmo crime não poderão ser diferentes? É uma punição exemplar, ou uma ação entre amigos, um magistrado, culpado de crime funcional, ser punido com aposentadoria com remuneração integral?


4) Por que os índios brasileiros podem, sem serem presos, manter pessoas como reféns, para conseguirem benefícios do Governo? Por que os índios brasileiros podem, impunemente, cobrar pedágios em estradas? Por que a Polícia Rodoviária Federal não pode intervir? O Poder da FUNAI está acima das instituições que existem para manter a Lei e a Ordem? E se os muitos miseráveis deste Brasil, que vivem em palafitas e outras áreas de risco, fizerem reféns para que o Governo lhes dê novo lugar para morar? E se os miseráveis que passam fome no Brasil, muito mais necessitados do que os índios porque não têm onde caçar e pescar, cobrarem pedágio nas estradas que passam nas regiões onde moram, a Polícia Rodoviária nada fará como no caso dos índios?


5) Se o MST ocupa propriedades rurais sob o argumento aceito pelo Governo de que essas propriedades não têm função social, por que os Sem Teto não podem, também, nas cidades, ocupar apartamentos vazios e as dependências pouco usadas pelos proprietários das grandes mansões e, portanto, sem função social? E se, com toda certeza, entre os imóveis ocupados pelos Sem Teto, houver propriedades de governistas que apóiam e incentivam as invasões do MST? A polícia ficará assistindo, sem tomar providências, como faz nas invasões de propriedades rurais?


6) E, para finalizar, uma pergunta decisiva: – Em face de tanta permissividade e contradições nos julgamentos do Executivo, do Congresso e do Poder Judiciário, vale ou não vale o que diz a Constituição Brasileira – de que todos são iguais perante a Lei?

Postado na categoria: Padrão -

Leia também:

Ela.E basta! Samira Farshid
Ela.E basta! Samira Farshid

Beleza é o todo

January 9, 2020, 7:12 pm
O Editor Está de Férias
O Editor Está de Férias

December 28, 2019, 3:00 pm
Jürgen Habermas: “Não pode haver intelectuais se não há leitores”
Jürgen Habermas: “Não pode haver intelectuais se não há leitores”

Os nacionalismos, a imigração, a Internet, a construção europeia e a crise da filosofia

January 5, 2020, 12:05 pm
Bauhaus: A escola alemã que até hoje influencia os objetos ao nosso redor
Bauhaus: A escola alemã que até hoje influencia os objetos ao nosso redor

"Não há uma diferença essencial entre o artista e o artesão"

January 5, 2020, 12:13 pm
Joe Bonamassa & Beth Hart - I'll Take Care of You
Joe Bonamassa & Beth Hart - I'll Take Care of You

Para embalar esta manhã de quarta-feira

December 25, 2019, 11:42 am