Paula Granadel – Versos na tarde – 16/12/2016


Crisálida
Paula Granadel ¹

agora já não pedes
meus nervos em pasto

agora já te afastas
crescida em beleza

agora me contas piadas
que aprendes ou inventas

agora pressinto tuas asas


Você leu?: Elisa Lucinda – Cor-respondência


¹ Paula Granadel
* Rio de Janeiro, RJ. – 1964

[ad name=”Retangulo – Anuncios – Duplo”]
Professora de literatura francesa na Universidade Federal Fluminense, ela fez pós-doutorado na Universidade de Paris VIII, com o poeta parisiense Michel Deguy.Além de ensaios críticos e traduções, Paula escreve poesia. Seu primeiro livro de versos, A Vida Espiralada, saiu em 1999. O segundo, Quase uma Arte, é de 2005.

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , ,

Leia também:

Alice Ruiz - Se por acaso a gente se cruzasse
Alice Ruiz - Se por acaso a gente se cruzasse

de dia um improviso/de noite uma farra

August 15, 2019, 8:00 pm
Marcel Proust - Mentimos para proteger o nosso prazer
Marcel Proust - Mentimos para proteger o nosso prazer

Mentimos para Proteger o nosso Prazer A mentira é essencial à humanidade. Nela desempenha porventura um papel tão importante como a procura do prazer, e de resto é comandada por...

August 16, 2019, 11:00 am
Adolfo Cascais Monteiro - Aurora
Adolfo Cascais Monteiro - Aurora

A poesia não é voz – é uma inflexão.

August 17, 2019, 6:45 pm
Fernando Pessoa - Arte e Sensibilidade
Fernando Pessoa - Arte e Sensibilidade

Toda a arte se baseia na sensibilidade

August 4, 2019, 4:16 pm
Manoel de Barros - Soberania
Manoel de Barros - Soberania

...mas o vento escorregava muito...

August 5, 2019, 8:00 pm
Vergílio Ferreira - Um Mundo de Vidas
Vergílio Ferreira - Um Mundo de Vidas

A zona incomensurável dos possíveis

August 7, 2019, 8:00 pm