Papa, Dom Odílio Scherer e a esquerda brasileira


Leio nos jornais que crescem as possibilidades do Arcebispo de São Paulo, Dom Odílio Scherer, vir a ser eleito o próximo Papa, na sucessão a Bento XVI.

Por outras fontes, blogs e redes sociais, percebo uma resistência nada sutil da esquerda brasileira, que considera o prelado um “reacionário”. Quem não gosta do PT deve começar a rezar para que Dom Odílio seja o próximo Papa. Nada trará mais infelicidade às hordas petistas.

Eu já vejo a questão por um ângulo.

Ele, Dom Odílio, deve ter um santo forte. Nada melhor para avalizar conduta que não ter o aval dos esquerdoides de boutique.

Mas, acredito que será um italiano jovem – para aqüentar o tranco de consertar a esbórnia administrativa financeira da empresa Vaticano S/A, e de quebra a questão da pedofilia na Igreja católica.

O eleito deverá conhecer os meandros, escaninhos e reposteiros da Santa Sé, além de ostentar um conservadorismo arraigado para não abrir espaços aos reformistas – casamento gay, aborto, celibato, ordenação de mulheres, pesquisa em células tronco embrionárias, aborto de anencéfalos, os padrecos adeptos da tal teologia da libertação, homossexualidade “e outras cositas mas”.

Ps 1. Seja qual for o eleito espero que não insista que a crise moral que assola o mundo possa ser resolvida com orações.
Ps 2. Não esquecer que o Papa Emérito, renunciou para poder influenciar no conclave, o que não seria possível se estivesse morto.


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Postado na categoria: Religião - Palavras chave: , , , , , ,

Leia também:

O Deus de Schopenhauer
O Deus de Schopenhauer

Quando, elevando-se pela força da inteligência, se renuncia a considerar

October 7, 2019, 11:00 am