Olhe essa – Sai PT, entra PSDB. O mensalão tucano, emerge afinal!

O Procurador Geral da República protocolou no Supremo Tribunal Federal denúncia contra o Ministro Walfrido dos Mares Guia e contra o Senador Eduardo Azeredo do PSDB.

Aquele, à época, era coordenador financeiro da campanha deste ao Governo de Minas Gerais. Ambos, segundo a denúncia, estão envolvidos em operações, digamos, prá usarmos a “sutileza delubiana-petralha” de “recursos não contabilizados”, oriundos, entre outros, do onipresente Marcos Valério.

Isso mesmo! Àquelas priscas eras, anos 90, o “carequinha” de ouro já atuava no garimpo das doações ilegais para campanhas políticas.

Convém salientar que o indiciamento, não significa reconhecimento de culpa. Há que aguardar o andamento do devido processo legal, o exercício da ampla e irrestrita defesa, a sentença transitar em julgado, para que a condenação se efetive. Ambos usufruem da norma constitucional da presunção da inocência – Art. 5º, inciso LVII, da Constituição Federal Brasileira de 1988.

Aguardamos, os brasileiros, ainda indignados com os aloprados petistas, que agora, também, venham de dedo em riste: os iracundos tucanos; os furibundos parlamentares do DEM – o nome desse partido só pode ser uma gozação -; o apoplético senador amanauara, e outras vestais do parlamento brasileiro, nominar os dois indiciados, Senador Azeredo e Ministro Mares Guia, de todos os desqualificantes adjetivos usados contra os outros mensaleiros.

Quem sabe, a inefável Veja e os comprometidos jornalões, tenham a mesma incúria venal de condenar sem julgamento, e nos presenteiem com capas e manchetes, que estampem as fotografias dos indigitados denunciados, acompanhadas de “singelas” adjetivações como chefes de quadrilha.

Quantos serão os pedidos de CPI? Alguma será instalada?

Assistiremos mais uma vez a montagem do palco para a execração pública de cidadãos sem culpa formada que servirão de figurantes no espetáculo dos Catões?

Além do Senador e do Ministro outras 13 pessoas foram denunciadas. Veja abaixo a lista dos 15 denunciados:

Eduardo Brandão de Azeredo;
Walfrido Silvino dos Mares Guia Neto;
Cláudio Mourão da Silveira;
Clésio Soares de Andrade;
Marcos Valério Fernandes de Souza;
Ramon Hollerbach Cardoso;
Cristiano de Mello Paz;
Eduardo Pereira Guedes Neto;
Fernando Moreira Soares;
Lauro Wilson de Lima Filho;
Renato Caporali Cordeiro;
José Afonso Bicalho Beltrão da Silva;
Jair Alonso de Oliveira;
Sylvio Romero Perez de Carvalho;
Eduardo Pimenta Mundim.

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e designer gráfico e digital.

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me