“Não há culpados. O que há são desgraçados.”
Shakespeare

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , ,

Leia também:

Manuel Alegre - Coisa Amar - Poesia
Manuel Alegre - Coisa Amar - Poesia

Contar-te longamente as perigosas coisas do mar.

November 21, 2019, 4:00 pm
Ana Luísa Amaral - Pequenos mosaicos - Poesia
Ana Luísa Amaral - Pequenos mosaicos - Poesia

É agora - na pura ausência das coisas

November 15, 2019, 8:00 pm
Ronald Colman, recita Shakespeare
Ronald Colman, recita Shakespeare

Quando, malquisto da fortuna e do homem,/Comigo a sós lamento o meu estado,

December 11, 2019, 11:00 pm
Descartes - Métodos Racionais
Descartes - Métodos Racionais

O primeiro consistia em nunca aceitar como verdadeira qualquer coisa sem a conhecer evidentemente como tal

November 23, 2019, 8:06 pm
Cora Coralina - Poema de amor
Cora Coralina - Poema de amor

É uma oferenda aos teus momentos de luta e de brisa e de céu...

November 24, 2019, 4:00 pm
Alexandre O'neill - Há palavras que nos beijam - Poesia
Alexandre O'neill - Há palavras que nos beijam - Poesia

Palavras nuas que beijas

November 14, 2019, 7:00 pm