Miguel Torga – Poesia


Conquista
Miguel TorgaMiguel Torga,Poesia.Literatura,Blog do Mesquita

Livre não sou, que nem a própria vida
Mo consente.
Mas a minha aguerrida
Teimosia
É quebrar dia a dia
Um grilhão da corrente.

Livre não sou, mas quero a liberdade.
Trago-a dentro de mim como um destino.
E vão lá desdizer o sonho do menino
Que se afogou e flutua
Entre nenúfares de serenidade
Depois de ter a lua!


Você leu?: Vergílio Ferreira – No fundo somos bons mas abusam de nós


Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: , ,

Leia também:

30 anos depois, ‘O Conto da Aia’ está mais próximo da realidade
30 anos depois, ‘O Conto da Aia’ está mais próximo da realidade

Faz mais de 30 anos que Margaret Atwood escreveu The Handmaid's Tale

September 18, 2019, 12:12 pm
Júlio Dantas - O Talento na Juventude e na Velhice
Júlio Dantas - O Talento na Juventude e na Velhice

...supor que o talento constitui privilégio da mocidade.

September 15, 2019, 9:06 pm
Schopenhauer - Boa e má literatura
Schopenhauer - Boa e má literatura

O que acontece na literatura não é diferente do que acontece na vida

September 20, 2019, 7:24 pm
Nietzsche - Conhecimento sem paixão seria castrar a inteligência
Nietzsche - Conhecimento sem paixão seria castrar a inteligência

Como investigadores do conhecimento, não sejamos ingratos

September 4, 2019, 6:55 pm
Jean Cocteau - Poesia
Jean Cocteau - Poesia

Aproveitei-me, confesso, de certos acidentes

August 25, 2019, 7:00 pm
Joaquim Pessoa - É provável que ainda a ame
Joaquim Pessoa - É provável que ainda a ame

...para cingir-lhe os braços, os seios e as ancas.

September 16, 2019, 6:35 pm