Matias Ayres – A Vaidade no Sofrimento

Há ocasiões, em que contraímos a obrigação connosco Pensar faz bem Matias Aires


Matias aires.Blog do MesquitaA Vaidade no Sofrimento

Há ocasiões, em que contraímos a obrigação conosco, de não admitirmos alívio nas nossas mágoas, e nos armamos de rigor, e de aspereza contra tudo o que pode consolar-nos, como querendo, que a constância na pena nos justifique, e sirva de mostrar a injustiça da fortuna: parece-nos, que o ser firme a nossa dor, é prova de ser justa; esta ideia nos inspira a vaidade, menos cuidadosa no sossego do nosso ânimo, do que atenta em procurar a estimação dos homens. Uma grande pena admira-se, e respeita-se; é o que basta para que a vaidade nos faça persistir no sentimento.
Matias Ayres

Postado na categoria: Literatura -

Leia também:

Lya Luft - Tão sutilmente em tantos breves anos - Poesia
Lya Luft - Tão sutilmente em tantos breves anos - Poesia

...que aos poucos dois são um, sem que no entanto

December 6, 2019, 8:00 pm
Cícero - Filosofia
Cícero - Filosofia

Aprenda para que não pensem por você.

November 24, 2019, 4:09 pm
Aristóteles - O homem ideal
Aristóteles - O homem ideal

O homem ideal de Aristóteles, entretanto, não é um mero metafísico.

November 21, 2019, 4:28 pm
René Descartes - Os mortais são dominados por uma curiosidade
René Descartes - Os mortais são dominados por uma curiosidade

As meditações confusas obscurecem a luz natural

December 6, 2019, 8:26 pm
Confúcio - Tudo é belo?
Confúcio - Tudo é belo?

Tudo é Belo, mas nem todos veem a beleza.

December 7, 2019, 7:48 pm
Aristóteles - O motor não movido do mundo
Aristóteles - O motor não movido do mundo

O próprio tirano é escravo de sua ambição

November 13, 2019, 7:06 pm