Maluf e Alckmin: que bela união de princípios

E prossegue em evidência o primado ideológico da politicagem Tupiniquim: “fazemos qualquer negócio”!
Com esse tipo de união e com o “currículo” do Maluf, Alckmin mostra finalmente a que veio.
Na fauna não há camaleão cujo mimetismo possa competir com essa turma.

O Editor


Olha quem Alckmin atraiu como aliado – Maluf!

Após negociações entre o deputado e o governador de São Paulo, partido sugere economista Antonio Carlos do Amaral Filho para comandar a companhia; aproximação integra plano de apoio ao PSDB para eleições municipais.

Prestes a embarcar no governo paulista, o PP, do deputado Paulo Maluf, indicará o novo presidente da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano).

O partido sugeriu o nome do economista Antonio Carlos do Amaral Filho, consultor e atual presidente do Instituto Milton Campos, ligado ao PP, em São Paulo.

Alckmin ligou para Maluf, de quem já foi adversário político, para convidá-lo a integrar o governo.

A partir de então, as conversas foram tocadas pelo secretário-chefe da Casa Civil, Sidney Beraldo.

Os últimos detalhes foram definidos na semana passada.

“Acho que a gente pode prestar um bom serviço na CDHU. Principalmente porque, em Brasília, já temos o Ministério das Cidades. Dá para fazer um trabalho articulado entre as duas pastas”, declarou o secretário-geral do PP paulista, Jesse Ribeiro.

“O PP é um partido que cumpre acordos. O PP nacional está na base do governo do PT. Em São Paulo, respeitamos o resultado da eleição. Fomos adversários no passado, mas o resultado das urnas respeita-se”, completou.

Amaral Filho integrou a equipe de Celso Russomanno na eleição para o governo paulista em 2010 – Russomanno foi adversário de Alckmin na disputa.

O nome do economista foi submetido ao Palácio dos Bandeirantes, que o considerou um quadro “técnico” e acatou a sugestão.

Nas conversas para o PP compor o governo paulista, houve um entendimento prévio de que o partido marcharia com o PSDB na eleição municipal de 2012.

O PP conta com um deputado na Assembleia, Antonio Salim Curiati, que já faz parte da base governista na Casa.

Julia Duailibi e Alberto Bombig/O Estado de S. Paulo


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Deixe uma resposta