Kassab, imprensa marrom e canalhice

Mídia,Humor,Cartuns,Millor Fernandes,Ainda estou abismado com o que assisti agora a pouco no JN. Puro desespero por audiência.

Não dou uma pataca pelo sr. Gilberto Kassab. Agora o JN jogar o nome do cidadão na lama a partir de um depoimento de alguém que diz ter ouvido de terceiro?

Isso não é mais nem imprensa marrom. É a mais pura canalhice.

A outra questão é o vazamento pelo MP. Observem que a testemunha é do tipo “ouvi alguém falar, que fulano disso…”

Ainda não abordei o mérito dos fatos, se falsos ou verdadeiros, mas um tipo de informação que independente da comprovação da inocência do cidadão, o estrago está feito.

Lembrar o Caso da Escola de Base de S.Paulo, do ex ministro Alceni Guerra, do ex-deputado Ibsen Pinheiro…

Convém a propósito citar Nietzsche: “As convicções são inimigas mais perigosas da verdade do que as mentiras”.


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Deixe uma resposta