José Angel Leyva – Verso na tarde – 27/07/2013


O Princípio do equilibrista
José Angel Leyva¹

O equilibrista adianta o pé sobre a corda
inventa que não há gravidade
maior que a sua
desdenha das unhas da terra
puxam seus lados

Não ignora a queda
tampouco se inclina para vê-la
os fios do ar busca às cegas
para sulcar a altura sem pisar
o solo
Não há pára-quedas
Não há salvação se perde
o passo

Amanhece
a função começa
o acrobata recebe o refletor em seu sorriso

¹José Angel Leyva
* Durango, México – 1958
Poeta, ensaísta e um dos editores da revista Alforja.


Você leu?: Marcel Proust – Mentimos para proteger o nosso prazer



[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , , ,

Leia também:

Alice Ruiz - Se por acaso a gente se cruzasse
Alice Ruiz - Se por acaso a gente se cruzasse

de dia um improviso/de noite uma farra

August 15, 2019, 8:00 pm
Henry Miller - Uma Completa Fome por Ti
Henry Miller - Uma Completa Fome por Ti

Não esperes que continue são. Não vamos ser sensatos.

July 25, 2019, 7:40 pm
Bernard Baruch - Frase do dia
Bernard Baruch - Frase do dia

Todos têm direito de se enganar nas suas opiniões...

July 25, 2019, 1:22 pm
Clarice Lispector - A Imaginação é a Base do Homem
Clarice Lispector - A Imaginação é a Base do Homem

Porque tudo segue o caminho da inspiração Literatura-Poesia-Frases-Blog do Mesquita -Clarice Lispector

August 1, 2019, 5:10 pm
Immanuel Kant - A Preguiça como obstáculo à liberdade
Immanuel Kant - A Preguiça como obstáculo à liberdade

É tão cômodo ser menor.

August 11, 2019, 7:02 pm
Carl Sandburg - Poesia
Carl Sandburg - Poesia

Poema Carl Sandburg Quero-te como as raízes secas desejam a chuva no verão como o vento deseja as folhas do chão e perdoa dizer tudo isto tão depressa.

August 3, 2019, 3:39 pm