Sua zona de conforto, questão de tempo e lugar, haverá de esgarçar seus sonhos.

Onde o Corvo do Mal nos enfiou.

O Bolsonarismo nos quer na mesma fossa onde se lambuzam. Para se ter uma noção do tamanho da fossa:
Enquanto outros países se organizam e até começam a vacinação em massa, o Brasil Bolsonarista discute se o vírus é comunista, continua defendendo a Cloroquina, não usa máscara, apóia aglomeração e nega tudo! Chutamos a Cruz. Só pode.


Edouard-Vuillard
The Flowered Dress,1891


Doria diz que vacinação começará dia 25 de janeiro em São Paulo; Anvisa ainda não liberou vacina.

O governador de São Paulo anunciou em coletiva de imprensa nesta tarde que a primeira fase de vacinação no estado está programada para começar no dia 25 de janeiro. Segundo ele, a primeira etapa contará com 10 milhões de doses e serão imunizados profissionais de saúde, indígenas e quilombolas. Idosos acima de 75 anos serão imunizados a partir de 8 de fevereiro. Doria anunciou ainda que 4 milhões de doses serão enviadas a outros estado. A CoronaVac já está sendo produzida pelo Instituto Butantan, mas ainda não foi autorizada pela Anvisa.

Design – Chuveiro


VolksWagen – Hotrods


Esculturas de Mikhail Gubin


Que “especialista” é este que não consegue resolver a questão das seringas?
covid.



Artes Plásticas – Grafiti


A Argentina tem 5 prêmios Nobel, 2 Oscars, 6 vacinas contra covid, 1 Maradona, 1 Papa e agora imposto sobre grandes fortunas.


O escolhido/protetor de Jair Bolsonaro no STF, Kassio Nunes, votou contra a reeleição de Rodrigo Maia, mas votou a favor da reeleição de Davi Alcolumbre? Qual lógica justifica isso? Ordens do patrão?

Ps.E nenhum beócio me venha com o trololó que o caso de Alcolumbre é por conta de outra legislatura devido o mandato de senador ser de oito anos. Tomem-me por imbecil, mas não tanto!
Estamos em pleno Armagedom jurídico; cinco dos seis ministros do STF julgaram que a Constituição é Inconstitucional. Que estupidez inacreditável!
“Violar um princípio é muito mais grave que transgredir uma norma qualquer. A desatenção ao princípio implica ofensa não apenas a um específico mandamento obrigatório mas a todo o sistema de comandos. É a mais grave forma de ilegalidade ou inconstitucionalidade, conforme o escalão do princípio atingido, porque representa insurgência contra todo o sistema, subversão de seus valores fundamentais, contumélia irremissível a seu arcabouço lógico e corrosão de sua estrutura mestra.”
Bandeira de Mello – Jurista Brasileiro



Foto do dia – Marc Riboud
India, 1956


Acompanhemos o psicopata da violência, façamos dancinhas, façamos arminhas com as mãos, e depois hipocritamente choremos pelas crianças que vão morrer a tiros de fuzil como Emily e Rebeca.

É como se tudo estivesse previsto em um roteiro que todos temos que seguir. Primeiro a tragédia: as primas Emily, de 4 anos, e Rebeca, de 7 anos, são assassinadas em uma comunidade de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, a tiros de fuzil. A partir desse flagelo, já sabemos tudo o que vai acontecer – e tudo o que não vai acontecer. O crime ocorreu na noite de sexta-feira. Lídia Santos, avó de Rebeca, conta que voltava do trabalho e iria ao encontro das meninas, que a esperavam na calçada para cumprir a promessa de comprar um lanche.


Negar a realidade deliberadamente, insistentemente, teimosamente, parece indicar duas possibilidades: alguma patologia de ordem mental ou desonestidade em alto grau.

De uma forma ou de outra, o negacionismo atropela princípios. Ou banimos essa chaga ou a sociedade se esfarela.


Desenho de Nutsivan Shishkin


VolksWagen – Hotrods Kombi


Pintura de Fedor Kazharov
“In May” 1965

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e designer gráfico e digital.

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me