J.G de Araújo Jorge – Versos na tarde – 11/09/2014


Sofrer por sofrer
J. G. de Araújo Jorge ¹

Parti. Quis te deixar abandonada
às lembranças do amor que nos prendeu.
Trouxe comigo, na alma torturada,
um ciúme atroz ciumentamente meu…

Fugi… fuga cruel, desesperada,
quando supus que nosso amor morreu…
Fuga inútil, se ainda és a minha amada,
se continuo inteiramente seu!

Não, não me livro deste amor nefasto,
nem dessa angústia, dessa luta, desse
ciúme que aumenta quanto mais me afasto…

E hoje concluí, fugindo de meus passos,
que sofrer por sofrer, antes sofresse
como sempre sofri… mas nos teus braços!

¹ José Guilherme de Araújo Jorge
* Tarauacá, AC. – 20 de Maio de 1914 d.C
+ Rio de Janeiro, RJ. – 27 de Janeiro de 1987 d.C
>>biografia


Você leu?: Marcel Proust – Mentimos para proteger o nosso prazer



[ad name=”Retangulo – Anuncios – Duplo”]

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Leia também:

Michel de Montaigne - Não há nada tão enjoativo quanto a abundância
Michel de Montaigne - Não há nada tão enjoativo quanto a abundância

O amor bem nutrido e excessivamente submisso logo nos enjoa e cansa

July 29, 2019, 4:28 pm
Walt Whitman - A própria carne será um grande poema
Walt Whitman - A própria carne será um grande poema

...e entre os cílios de seus olhos

August 10, 2019, 5:00 pm
Hannah Arendt - O valor da obra de arte
Hannah Arendt - O valor da obra de arte

O Valor da Obra de Arte A fonte imediata da obra de arte é a capacidade humana de pensar, da mesma forma que a «propensão para a troca e o...

August 10, 2019, 6:15 pm
Fernanda de Castro - Solidão
Fernanda de Castro - Solidão

A multidão em volta

July 29, 2019, 4:12 pm
Vergílio Ferreira - Um Mundo de Vidas
Vergílio Ferreira - Um Mundo de Vidas

A zona incomensurável dos possíveis

August 7, 2019, 8:00 pm
Miguel Torga - Combater é uma diminuição
Miguel Torga - Combater é uma diminuição

Assim é que nada se salva

August 18, 2019, 7:09 pm