Internet: os tiranos tentam censurar a web


Sai tirano entra tirano, e nem todo o poder de armas, prisões, repressões e censuras, conseguem impedir que as notícias se espalhem pelo mundo. Nenhuma ditadura até hoje se manteve por muito tempo contra o poder da informação. E é aí justamente que a WEB mostra todo o poder de informar, apesar da censura que os Cháves da vida tentam impor à grande rede.

A internet, única invenção humana que não tem botão de desligar, é hoje, a arma mais poderosa contra os tiranetes de todos os matizes.

Houvesse internet àquelas épocas, os Stalins, Maos, Hitlers,Idi Amins, Mugabes e demais escórias, não teriam infelicitado seus povos por tantos anos.

O editor


Os tiranos da Internet

Como o povo iraniano tem conseguido burlar o arsenal tecnológico dos aiatolás para blloquear o seu acesso à rede – e ao mundo.

A história mostra que qualquer ditadorzinho de aldeia sabe que sua permanência no poder exige censurar opositores. Os jornais são asfixiados economicamente ou simplesmente empastelados. As emissoras de televisão passam para as mãos do estado e vivem de cobrir eventos oficiais e de elogiar os mandatários.

Mas como censurar a internet, essa rede caótica sem comando central formada por computadores que podem se ligar por cabos, satélites, retransmissores sem fio e cujos usuários têm meios de esconder facilmente sua identidade?

A ditadura chinesa já censura a internet com um grau de sucesso apenas relativo. Mais recentemente, esse desafio foi colocado aos ditadores teocratas do Irã.

Desde que o povo começou a se manifestar nas ruas contra o resultado fraudado das eleições presidenciais, os aiatolás passam dias e noites tentando cortar as ligações via internet dos iranianos com o exterior.

Veja – Camila Pereira e Renata Betti

Postado na categoria: Comportamento, Internet, Religião, Tecnologia - Palavras chave: , , , , , , , , , , , , , , , ,