Internet: invasão dos emails de Dilma Rousseff será investigada pela Polícia Federal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Brasil, especialmente as instituições públicas, está pagando um alto preço pela falta de uma Política Nacional de Segurança para Internet.
Falta o básico como meras recomendações e dicas sobre como os funcionários públicos devem se comportar para proteger as redes de computadores de possíveis ameaças na rede.

Tal documento ajudaria essas pessoas não só a compreender os perigos existentes neste tipo de ambiente, mas também a ajudar a manter o sistema mais seguro.
O Editor


É também importante ficar atento ao usar a internet, uma vez que somente aliando medidas técnicas a elementares procedimentos práticos, é possível se atingir um razoável nível de segurança.

PF vai investigar invasão de e-mails de Dilma

Hacker teria copiado 600 mensagens da presidente na campanha de 2010 e também atacado correio de José Dirceu.

A Polícia Federal abriu inquérito ontem para investigar a invasão do correio eletrônico e a violação de e-mails da presidente Dilma Rousseff durante a campanha eleitoral do ano passado.

O crime teria sido cometido por um rapaz de 21 anos, segundo reportagem da “Folha de S.Paulo”.

Ele teria copiado cerca de 600 mensagens da presidente e tentado vender o material para políticos de oposição.

Entre os políticos procurados está o ex-deputado Alberto Fraga (DEM-DF).

Fraga examinou parte das mensagens, mas rejeitou a proposta. Um das conversas entre o ex-deputado com o hacker foi gravada.[ad#Retangulo – Anuncios – Direita]

O hacker teria copiado também três mil e-mails do ex-ministro da Casa Civil e deputado cassado José Dirceu.

Uma das mensagens interceptadas faz parte de um diálogo entre o ex-ministro e o escritor Paulo Coelho.

O rapaz teria invadido o correio eletrônico de outros influentes políticos em busca de informações comprometedoras.

Entre os e-mails da presidente que teriam sido violados está uma troca de mensagens entre ela e o presidente de um banco.

Em outro e-mail constam informações sobre a saúde da presidente.

— Você tem algum e-mail bombástico aí? — pergunta Fraga, numa das conversas que teve com o hacker.

— Tenho — responde o rapaz.

— Então mostra — cobrou o ex-deputado.

O rapaz, então, exibiu alguns.

A polícia considera o caso intrigante, mas entende que dispõe dos instrumentos necessários para identificar o hacker.

— Todos os crimes, inclusive aqueles de invasão e derrubada dos sites oficiais que parecem mais complicados, vão ser esclarecidos — disse um dos delegados da cúpula da PF.

O hacker invadiu o site da direção nacional do PT em 13 de abril do ano passado e, a partir daí, obteve dados para invadir o correio eletrônico da presidente e de outros políticos que considerava importantes.

Na época, o partido divulgou uma nota informando que, por conta da invasão, o portal permaneceu 24 horas fora do ar. Segundo o texto, o portal sofreu uma “inserção de iframes maliciosos em diversos arquivos, com extensão .html e .php”.

Um iframe é uma seção de uma página web que carrega o conteúdo de outra página ou site.

Dilma pediu para o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, acompanhar a apuração do caso.

Auxiliares da presidente desconfiam da versão de que o hacker tenha agido por conta própria.

Entre alguns deles, existe a suspeita de que o rapaz faça parte de um esquema de espionagem política.

A PF já abriu três inquéritos também para apurar a invasão dos sites da Presidência, do Senado e da Receita Federal, entre outros órgãos, semana passada.

Jailton de Carvalho/O Globo

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em administração e bacharel em Direito. Pós-graduado em Direito Constitucional. Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. É diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo do Aero Clube do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association, Usa. É membro honorário da Academia Fortalezense de Letras.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me