Gustave Le Bon – Literatura


O Prazer e a DorGustave Le Bon,Literatura,Blog do Mesquita

O prazer e a dor não conhecem a duração. A sua natureza é dissiparem-se rapidamente e, por conseguinte, só existirem sob a condição de ser intermitente. Um prazer prolongado cessa logo de ser um prazer e uma dor continua logo se atenua. A sua diminuição pode mesmo, por confronto, tornar-se um prazer. O prazer só é, pois, um prazer sob a condição de ser descontínuo. O único prazer um pouco durável é o prazer não realizado, ou desejo.
O prazer somente é avaliável pela sua comparação com a dor. Falar de prazer eterno é um contra-senso, como justamente observou Platão. Ignorando a dor, os deuses não podem, segundo Platão, ter prazer. A descontinuidade do prazer e da dor representa a conseqüência dessa lei fisiológica: “A mudança é a condição da sensação”. Não percebemos os estados contínuos, porém as diferenças entre estados simultâneos ou sucessivos. O tique-taque do relógio mais ruidoso acaba, no fim de algum tempo, por não ser mais ouvido, e o moleiro não será despertado pelo ruído das rodas do seu moinho, mas pelo seu parar.

É em virtude dessa descontinuidade necessária que o prazer prolongado cessa logo de ser um prazer, porém uma coisa neutra, que só se pode tornar novamente vivaz depois de ter sido perdida. A felicidade paradisíaca sonhada pelos crentes deixaria logo de possuir atrativos do paraíso para o inferno.O prazer é sempre relativo e ligado às circunstâncias. A dor de hoje torna-se o prazer de amanhã e inversamente. Dor, para um homem que abundantemente jantou, ser condenado a comer côdeas de pão seco; prazer, para o mesmo indivíduo abandonado durante muitos dias, sem alimentos, numa ilha deserta.

Diz com razão a sabedoria popular que cada qual tem o seu prazer onde o encontra. O prazer do operário que bebe e vocifera na taverna, sensivelmente difere do prazer do artista, do sábio, do inventor, do poeta, ao comporem as suas obras. O prazer de Newton, ao descobrir as leis da gravitação, foi, sem dúvida, mais vivo do que se ele houvesse herdado as numerosas mulheres do rei Salomão. A importância do papel da sensibilidade ao prazer e à dor nitidamente se manifesta, quando procuramos imaginar o que poderia ser a existência de um desses puros espíritos, tais como os sectários de muitas religiões os supõem.
Desprovidos de sentidos e, portanto, de sensações e de sentimentos, eles permaneceriam indiferentes ao prazer e à dor e não conheceriam nenhum dos nossos móveis de ação. Os mais angustiosos sofrimentos de indivíduos outrora queridos por eles não os poderiam comover. Não teriam, pois, nenhuma necessidade de comunicar com eles. Não se concebe sequer a existência de tais seres.

Gustave Le Bon, in ‘As Opiniões e as Crenças’


Você pode se interessar também sobre: Benjamin Disraeli – Frase do dia – 31/08/2012


Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: ,

Leia também:

Carlos Drummond de Andrade - Frase do dia - 27/10/2014

"A conquista da liberdade é algo que faz tanta poeira, que por medo da bagunça, preferimos normalmente optar pela arrumação." Carlos Drummond de Andrade

October 27, 2014, 10:02 am
John Stuat Mill - Frase do dia - 15/05/2017

“É impossível que ocorram grandes transformações positivas no destino da humanidade se não houver uma mudança de peso na estrutura básica de seu modo de pensar.” John Stuat Mill [ad...

May 15, 2017, 9:30 am
Balzac - Frase do dia - 24/09/2013

"Deve-se deixar a vaidade aos que não têm outra coisa para exibir." Balzac

September 24, 2013, 10:02 am
Shakespeare - Frase do dia - 03/07/2013

"Contemplo o mundo há quatro vezes sete anos, e desde que me tornei capaz de distinguir uma injúria de um benefício, nunca encontrei um homem que soubesse como amar a...

July 3, 2013, 10:02 am
Versos na tarde - Antonio Machado - 08/04/2015

Tenho andado muitos caminhos Antonio Machado¹ Tenho andado muitos caminhos tenho aberto muitas veredas; tenho navegado em cem mares e atracado em cem ribeiras Em todas partes tenho visto caravanas...

April 7, 2015, 9:00 pm
Frase do dia - 17/06/2017

"Há pessoas que nos surpreendem pela delicadeza que possuem na alma e a gentileza que possuem no coração" [ad name="Retangulo - Anuncios - Duplo"]  

June 17, 2017, 9:30 am