Fernando Namora – Poesia


Balada de Sempre
Fernando namoraARte,Fotografias, Blog do Mesquita,Masao Yamamoto 01
 
Espero a tua vinda
a tua vinda,
em dia de lua cheia.
 
Debruço-me sobre a noite
a ver a lua a crescer, a crescer…
 
Espero o momento da chegada
com os cansaços e os ardores de todas as chegadas…
 
Rasgarás nuvens de ruas densas,
Alagarás vielas de bêbados transformadores.
Saltarás ribeiros, mares, relevos…
– A tua alma não morre
aos medos e às sombras!-
 
Mas…,
Enquanto deixo a janela aberta
para entrares,
o mar,
aí além,
sempre duvidoso,
desenha interrogações na areia molhada…
Fotografia de Masao Yamamoto

Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: ,

Leia também:

Espinoza - O Preço da honra

Espinoza ¹ in "Tratado da Correção do Intelecto" As coisas que mais ocorrem na vida e são tidas pelos homens como o supremo bem resumem-se, ao que se pode depreender...

July 17, 2011, 10:24 am
Walt Whitman - Versos na tarde - 11/11/2014

Em meio à multidão Walt Whitman ¹ Em meio à multidão de homens e mulheres percebo alguém a chamar-me através de sinais secretos e divinos, ninguém mais reconhecendo, pai, esposa...

November 11, 2014, 9:00 pm
Fatos & Fotos - 19/10/2017

O homem, perante a noite, abate-se, ajoelha-se, prosterna-se, atira-se ao chão, arrasta-se para um covil ou busca asas. Quase sempre quer evitar a presença do desconhecido. Victor Hugo ***** "Você...

October 19, 2017, 12:24 pm
Garcia Lorca - Poesia - Literatura
Garcia Lorca - Poesia - Literatura

Poema Garcia Lorca Uma grande luz Que era um vaga-lume De outro em um campo de olhares interrompidos. Uma quietude luminosa onde nossos beijos nos sons de eco, ressoariam longe....

March 14, 2019, 7:20 pm
Jiddu Krishnamurti - Frase do dia - 25/06/2017

"Não é sinal de saúde estar bem adaptado à uma sociedade doente" Jiddu Krishnamurti [ad name="Retangulo - Anuncios - Duplo"]

June 25, 2017, 9:30 am
Pablo Neruda - Versos na tarde - 28/02/2015

Poema Pablo Neruda ¹ Plena mulher, maçã carnal, lua quente, espesso aroma de algas, lodo e luz pisados, que obscura claridade se abre entre tuas colunas? que antiga noite o...

February 28, 2015, 9:00 pm