Fatos & Fotos – 17/07/2021

Sua zona de conforto, questão de tempo e lugar, haverá de esgarçar seus sonhos.

Na noite deste sábado All About That Bass – Postmodern Jukebox European


Andrew Wyeth,The Stone Fence sd


Boa noite.
O Sono de Percival

Rui Knopfli

O justo é injusto, o injusto justo é.
Débil julguei ouvir tua voz a desoras.
Um lamento lento, por certo a voz
do vento. Secarei, talvez como o feno,
não dormindo, nem noites, nem dias.

Soluço abafado, sussurro apenas
perceptível após a brancura
obliterante do relâmpago,
quando cessa o fragor que o excede
e a chuva cai e tudo se cala,

terei ouvido tua voz. Secarei,
talvez, como o feno. O justo
é injusto, o injusto justo é.
Procurei no horto e no deserto,
sob o cavo ruído das torrentes

subterrâneas, na imemorial
pedra circular com que o humano
terror balizou os horizontes
do tempo. No espectro da rosa
dos ventos, no vento espectral

da rosa. Seria a voz do vento,
pintura da minha imaginação
doente, a vigília do sono,
a febre dos sentidos,
não dormindo noites e dias

para ouvir tua voz. O justo
é injusto, o injusto justo é
para ouvir tua voz.
Secarei como o feno.
Para ouvir tua voz.


Ex-Libris – Oleh Denysenko

O ex-libris é uma espécie de gravura inserida geralmente nas primeiras folhas de um livro ou na contracapa, contendo o nome ou as iniciais do proprietário e podendo, através de uma imagem ou texto, indicar sua profissão, seus gostos, seu ideário. Por meio do ex-libris é que os bibliófilos, ou os leitores que prezam os seus livros e se orgulham da sua biblioteca, costumam personalizar cada um dos seus volumes. Daí, justamente, a origem do nome: em latim, ex libris significa “dentre os livros de”, “da biblioteca de”. A expressão – às vezes também se usava ex dono ou ex biblioteca – inscrita no corpo da obra seguida do nome do proprietário, indicava a sua proveniência.


Iosif Krachkovsky,Spring in Crimea,1900


Vexame salgado — A viagem do secretário especial de Cultura, Mario Frias, à 17ª Mostra Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza custou R$ 112 mil aos cofres públicos. Ele foi acompanhado de dois assessores e o valor diz respeito ao pagamento de diárias e passagens de cada um. Mario Frias foi ao evento sem saber quem é Lina Bo Bardi, a grande estrela da Bienal.


Micheque no hospital recebe o maquiador e pública vídeos fazendo caras e bocas. Gente esquisita essa. Esses hábitos dos milicianos, capos de organizações criminosas e traficantes são estranhos. Uma necessidade de ostentação que tenho dificuldade em entender. Gente sem noção!


Vincent Van Gogh st sd


Documentos da Precisa apresentam erros graves e levantam suspeitas sobre autenticidade

No documento de representação exclusiva, que dá plenos poderes à Precisa nas negociações, o nome do bairro indiano aparece com um erro de digitação. Documentos enviados pela Precisa Medicamentos ao Ministério da Saúde, em nome da farmacêutica indiana Bharat Biotech, apresentam inconsistências graves. As certidões, que tratam da aquisição da vacina Covaxin, estão em posse da CPI da Covid.

Os documentos são em papel timbrado e estão carimbados, mas até o nome e endereço estão errados, informa a rádio CBN.

No documento de representação exclusiva, que dá plenos poderes à Precisa, representante da Bharat Biotech no Brasil, o nome do bairro indiano aparece com um erro de digitação. O nome do laboratório está escrito como Bharat Biotech Limitada Internacional, ao invés de Bharat Biotech Internacional Limitad.


Manual do bolsonarista sem noção: bandidos e corruptos cobram propina para facilitar licitações e compras. Agora, com o governo do Mito e seus familiares não : o que existe é ‘comissão’, paga como agradecimento pela ajuda para os ‘amigos’ nos esquemas da família e seus cúmplices


Joseph Wright,Italian Landscape sd


No início de março, o ex-chanceler Ernesto Araújo, o deputado Eduardo Bolsonaro e outros apaniguados foram a Israel para negociar um “spray nasal” milagroso contra a Covid-19. O passeio custou R$ 88 mil aos cofres públicos. Mas o assunto já sumiu da mídia.


Josef Loukota,Czech,(18791967)
Ballet Dancer,1938


Por que a Ciência não conseguiu prever inundações na Alemanha?Enchentes estão tendo um impacto devastador na Alemanha e em outras partes da Europa

Alguns dos principais cientistas climáticos do mundo admitiram terem fracassado em prever a intensidade das devastadoras enchentes na Alemanha e da onda de calor em partes do hemisfério Norte.
Esses cientistas corretamente advertiram, ao longo de décadas, que um clima em rápido processo de aquecimento provocaria chuvas mais fortes e ondas de calor mais danosas.
Mas eles argumentam que seus computadores ainda não são capazes de prever, de modo preciso, a intensidade desses eventos climáticos mais drásticos.
Por isso, eles estão pleiteando que governos invistam pesado em um supercomputador climático compartilhado. Computadores são uma ferramenta essencial para a previsão climática e para o monitoramento das mudanças climáticas, e é a informática que vai escorar o novo relatório — espécie de “bíblia” da ciência climática — do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC na sigla em inglês), a ser lançado em agosto. “Devemos ficar em alerta porque os modelos (do computador climático) do IPCC simplesmente não são bons o suficiente”, diz à BBC News a professora Julia Slingo, ex-cientista-chefe do serviço meteorológico britânico.
“Precisamos de um centro internacional que ofereça o salto quântico a modelos climáticos que registrem a física fundamental por trás de (eventos climáticos) extremos”, agrega. “Sem isso, continuaremos a subestimar a intensidade e frequência dos eventos extremos e da natureza cada vez mais sem precedentes deles.”
Ela diz que os custos de um supercomputador do tipo, que ficaria na casa das centenas de milhões de dólares, “acabaria sendo insignificante” em comparação com as despesas resultantes de eventos climáticos extremos — para os quais nossas sociedades não estão preparadas.
Slingo defenderá essa iniciativa durante a cúpula climática CPO26, agendada para novembro.
Ela e outros especialistas concordam que as mudanças climáticas constituem uma emergência. Mas, na opinião do professor de Oxford Tim Palmer, “é impossível dizer o quanto estamos em (fase de) emergência porque não temos as ferramentas para responder isso”.
“Precisamos de compromisso e visão da mesma magnitude que o CERN (centro compartilhado europeu de estudo da física) se queremos construir modelos climáticos capazes de simular com precisão os extremos climáticos, como a atual onda de calor canadense”, diz Palmer.


Escultura Nail Box



Embalando essa manhã de sábado  Madredeus – o pastor . a vaca de fogo . os senhores da guerra



-Acordar cedo;
-Reclamar por ter acordado cedo;
-Tomar café;
-Fazer faxina;
-Se preocupar com coisas desnecessárias em pleno sábado;
Começou meu final de semana.
#blogdomesquita



Líder do governo, deputado Ricardo Barros defendia o voto impresso em sessão da Comissão Especial da Câmara sobre o assunto quando ouviu como resposta: “vai tirar R$ 2 bilhões de onde? Da vacina?”


Ontem (16) foi inaugurado o Museu de Astronomia de Xangai, o maior desse tipo no mundo. Seu impressionante design foi inspirado no “problema de três corpos”, uma questão que busca calcular e prever o movimento de três corpos tendo como base suas atrações gravitacionais


Foto do dia
Fotografia de Wolfgang Hasselmann

Royalty free. PHPhotos – A imagem é liberada livre de copyrights sob Creative Commons CC0


Na qualidade de lambe saco oficial do genocida não era pra ver mesmo nada.

Em entrevista à CNN, o senador titular da CPI da Pandemia Marcos Rogério (DEM-RO) afirmou que não viu “indício de crime” no vídeo em que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello aparece negociando doses da vacina Coronavac. No material obtido pela CNN, o então líder da pasta faz as tratativas com intermediários, a um preço três vezes maior do que o negociado pelo Instituto Butantan.


WhatsApp: como é a nova função que permitirá que usuários do app mandem mensagens sem o celular.

WhatsApp está testando recurso que permite que pessoas enviem mensagens até quando a bateria acabar

O WhatsApp está testando um novo recurso que permitirá, pela primeira vez, que as pessoas enviem mensagens sem precisar usar o celular.
Atualmente, o WhatsApp está vinculado ao telefone do usuário. Seus aplicativos de desktop e web precisam que o dispositivo esteja conectado para receber mensagens.
Mas o novo recurso permitirá que os usuários enviem e recebam mensagens “mesmo que a bateria do telefone acabe”, segundo informou a empresa.


ALTAMIRA PARA, BRAZIL: Aerial image of burning in the city of Altamira, Pará state. (Photo: Victor Moriyama / Greenpeace)

Um estudo publicado na revista científica Nature, mostra que algumas áreas da Floresta Amazônica já passaram a emitir mais dióxido de carbono do que absorvem. O bioma vem sofrendo com o aumento do desmatamento, redução das fiscalizações sobre crimes ambientais.


Matsuura Shiori st sd


O exemplo das cidades que passaram a oferecer transporte público gratuito.

Dunquerque é exemplo de cidade com transporte público gratuito. Será que este modelo é replicável?

Em setembro de 2018, a cidade de Dunquerque, no norte da França, passou por uma transformação silenciosamente radical: tornou seu sistema de transporte público gratuito.
Sob a liderança do prefeito Patrice Vergriete, que tem doutorado em planejamento urbano, a cidade se tornou a maior da França a abolir as tarifas das redes de transporte locais, oferecendo aos 200 mil habitantes da área metropolitana acesso gratuito a 18 rotas de ônibus.
A política “revitalizou” o antigo porto industrial e ajudou a reduzir as emissões de carbono, de acordo com um estudo encomendado pela cidade e realizado pela entidade independente Observatório de Cidades com Transporte Gratuito.
Os pesquisadores descobriram que após a mudança, que foi financiada por um pequeno aumento no imposto sobre empresas, o número de passageiros aumentou em 60% durante a seman


Denúncia contra general Pazuello nos lembra que “um manda, o outro obedece”.
O governo Jair Bolsonaro prolongou desnecessariamente a pandemia ao sabotar a compra de vacinas, ao atacar quarentenas, ao promover remédios inúteis. Aquilo que, no início, cheirava apenas a negacionismo violento e terraplanismo sanitário vai se mostrando também um excelente negócio para aliados civis e militares segundo as denúncias trazidas pela CPI da Covid.


O importante papel do ‘escudo de silício’ que protege Taiwan da China

A pequena ilha de Taiwan, que não chega ao tamanho de Cuba, vive olhando para seu eterno inimigo.
A apenas 180 quilômetros de distância de suas fronteiras fica a República Popular da China, com quem compartilha a mesma língua e os mesmos ancestrais, mas que tem um regime político diferente.
De um lado do estreito, Pequim lidera um país comunista de 1,3 bilhão de habitantes sob o comando de um partido único.
Do outro, Taipei administra uma república democrática de 23 milhões de habitantes.


Pazuello negociou Coronavac com empresa privada e pelo triplo do preço.

A negociação, em uma reunião fora da agenda oficial dentro do ministério em 11 de março, teve o seu desfecho registrado em um vídeo em que o general da ativa do Exército aparece ao lado de quatro pessoas que representariam a World Brands. O então ministro Eduardo Pazuello (Saúde) prometeu a um grupo de intermediadores comprar 30 milhões de doses da vacina chinesa Coronavac que foram formalmente oferecidas ao governo por quase o triplo do preço negociado pelo Instituto Butantan. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

A gravação, obtida pelo jornal e já de posse da CPI Covid no Senado, foi realizada no gabinete do então secretário-executivo da pasta, o coronel da reserva Elcio Franco. Nela, Pazuello relata o que seria o resumo do encontro.


A pesquisa do Senado é mais uma ducha de água gelada no bolsonarismo, que está cada vez mais acuado. A maioria esmagadora dos brasileiros sabe que Bolsonaro é o grande responsável pelo atraso da vacinação no país e apoia a CPI da Covid.


Ministério planejou dispensar garantia de empresas na compra da Covaxin. Medida contrariava lei; Saúde aceitou fiança irregular apresentada pela Precisa


José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e designer gráfico e digital.

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me