Fatos & Fotos do dia 29 de Junho de 2020

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Artes, Comportamento, Cultura, Economia, Esportes, Literatura, Música, Tecnologia, Variedades, Política, Brasil, Mundo, Ópera, Fotografia, Arquitetura, Design, Moda,Opinião

PQP! Que promiscuidade! Os brasileiros estamos…
Maia e Alcolumbre vão a jantar organizado para Flávio Bolsonaro.

*****

Da série: “Sem humor não dá pra agüentar o tranco neste hospício”

Cerâmica de Patricia Broothaers

*****

A Fiocruz é f*da. Todo nosso apoio.
Se comprovada eficácia, vacina desenvolvida no Rio pode ser distribuída em dezembro, informa a Fiocruz.

*****

Sophie Favre – Escultura

*****

Cientistas chineses identificam novo vírus da gripe em porcos. Nova cepa parece ser resistente às vacinas existentes e infecta células humanas

*****

*****

Os humanos não estão preparados para proteger a natureza.
O filósofo Peter Sloterdijk, afirma que a humanidade está aprendendo uma nova “gramática comportamental” para lidar com as mudanças climáticas e vê elementos dela na reação global ao coronavírus.
Acesse>> www.mesquita.blog.br para ler a matéria na íntegra
Ilustração de Ian McQue – “Two One Eight Seven”

*****

Ministro da Mentira; Plágio no mestrado. Tese reprovada. E agora, a Universidade de Wuppertal afirma que o ministro da Educação não possuí pós-doutorado.
Não deve se procupar. Neste governo ser alfabetizado já é uma grande qualificação.Plágio no mestrado. Tese reprovada. E agora, a Universidade de Wuppertal afirma que o ministro da Educação não possuí pós-doutorado.

*****

Miguel Esteves Cardoso
As saudades curtas

Também as versões-formiga dos maiores sentimentos têm tanto direito ao respeito como os leões e as impalas. Até por serem muito mais numerosas e frequentes, como está a multidão de insetos para com a pequena minoria dos vertebrados.
A minha formiguinha emocional são as saudades curtas que eu tenho da Maria João. Plenas não posso ter, graças a ela e a Deus, porque são poucos os momentos em que ela não está comigo. Mesmo não sendo muitas, essas faltas, por muito felizmente pequenas e provocadas pela necessidade, são suficientes para incutir em mim a dor, nem que seja por cinco minutos apenas, de estar separado dela.

Parecem estúpidas as saudades curtas. São certamente insensíveis e solipsistas, perante as saudades longas e profundas, que não têm cura nem, por serem insolúveis, têm a esperança de, um dia, deixarem de existir.
São saudades de uma hora, de um almoço perdido, de uma tarde interrompida. Parecem irracionais e ingratas, estas saudades curtas, de que sofrem as pessoas apaixonadas e felizes ou infelizes.

Mas não são. Daqui a um X número de horas, vou morrer. Daqui a um Y número de horas, vai morrer a Maria João. Morra quem morra, com a maior ou mais pequena das antecedências, o certo é que o tempo da vida e da saudade está contado.
Cada hora que não estou com ela está para sempre, definitivamente, finitamente perdida. E é daí que vêm as saudades curtas do amor, que tomam cada momento por uma vida. Só por amor se vive assim.

*****

Abbott Fuller Graves
Morning in the Garden

*****

Qual o futuro do Facebook após 160 marcas boicotarem anúncios? Entre elas CocaCola e StarBucks.
Marcas são fundamentais para a sobrevivência da rede social, uma vez que em 2019 99% de seu faturamento de 70,7 bilhões de dólares veio de anúncio.Face Book,Tecnologia,Privacidade,Redes Sociais,Internet,Blog do Mesquita

*****

Mais uma do Ministro Ctrl+C Ctrl+V:
Universidade alemã nega que Carlos Decotelli tenha obtido pós-doutorado.

*****

Caso Fabrício Queiroz: ex-assessor deve depor hoje sobre suposto vazamento de operação “Rachadinha”. Preso há 11 dias acusado de operar o esquema de “rachadinha” no gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro e de obstrução da Justiça, o ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz deve ser ouvido nesta segunda-feira, no Rio, pela primeira vez desde que seu nome veio à tona, em dezembro de 2018.

*****

Resistir é preciso

*****

*****

As igrejas da Polônia comunista.

Nas cidades e vilas da Polônia, 3.000 igrejas foram construídas entre 1945 e 1989. Construídos sob condições difíceis, os extraordinários edifícios modernistas são uma excelente contribuição para a arquitetura do século XX.

*****

Ministro Ctrl C Crtl V atribui possível plágio a “falha técnica”. Hahahahahaha.
FGV diz que vai apurar suspeita sobre dissertação. MEC afirma, em nota, que o Mentiroso “refuta alegações de dolo” em monografia de mestrado mas se dispõe a corrigir o texto, “caso sejam identificadas omissões”.
Ah!, bom! Ainda bem. Um cidadão de bem, né?

*****

Victor Pasmore (British, 1908 – 1998)
“The Hanging Gardens of Hammersmith”, #1, 1944-47

*****

Literatura & Poesia
Joaquim Pessoa
Poema de agradecimento à corja.

Obrigado, excelências.
Obrigado por nos destruírem o sonho e a oportunidade
de vivermos felizes e em paz.
Obrigado pelo exemplo que se esforçam em nos dar
de como é possível viver sem vergonha, sem respeito e sem dignidade.
Obrigado por nos roubarem. Por não nos perguntarem nada.
Por não nos darem explicações.
Obrigado por se orgulharem de nos tirar
as coisas por que lutámos e às quais temos direito.
Obrigado por nos tirarem até o sono. E a tranquilidade. E a alegria.
Obrigado pelo cinzentismo, pela depressão, pelo desespero.
Obrigado pela vossa mediocridade.
E obrigado por aquilo que podem e não querem fazer.
Obrigado por tudo o que não sabem e fingem saber.
Obrigado por transformarem o nosso coração numa sala de espera.
Obrigado por fazerem de cada um dos nossos dias
um dia menos interessante que o anterior.
Obrigado por nos exigirem mais do que podemos dar.
Obrigado por nos darem em troca quase nada.
Obrigado por não disfarçarem a cobiça, a corrupção, a indignidade.
Pelo chocante imerecimento da vossa comodidade
e da vossa felicidade adquirida a qualquer preço.
E pelo vosso vergonhoso descaramento.
Obrigado por nos ensinarem tudo o que nunca deveremos querer,
o que nunca deveremos fazer, o que nunca deveremos aceitar.
Obrigado por serem o que são.
Obrigado por serem como são.
Para que não sejamos também assim.
E para que possamos reconhecer facilmente
quem temos de rejeitar.

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em administração e bacharel em Direito. Pós-graduado em Direito Constitucional. Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. É diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo do Aero Clube do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association, Usa. É membro honorário da Academia Fortalezense de Letras.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me