Ezhequiel Queiróz – Paixão é um lobo – Poesia

Quando este grito, esta traça


Paixão é um lobo
Ezhequiel QueirózBlog do Mesquita

Quando este grito, esta traça
Do tempo devastador
Privar-se da liberdade
Inútil do meu amor
Ecoar por entre as rochas
E o vento apagar as tochas
Então tudo se acabou.
Quando deitado no escuro
A buscar que a vida esqueça
Sem pressa ou almejar
Que a noite venha passar
E mais um dia amanheça.
No certo de está errado
A lápis em um cartão
Velho que se trazia
Sem pauta, sem direção
Deixa a face de amargura
Pintado numa escritura
Um resto de coração.
Por fim os aventureiros
Predadores da aurora
Encontrarem gelado corpo
E da caverna pra fora
Virem um lobo saciado
Paixão este nomeado
Veio matar e ir embora.

Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: ,

Leia também:

Lygia Fagundes Telles - Eu sou apenas duas
Lygia Fagundes Telles - Eu sou apenas duas

O poeta dizia que era trezentos, trezentos e não sei quantos

December 14, 2019, 7:29 pm
Chico Buarque - Frase do dia
Chico Buarque - Frase do dia

Mudanças

November 20, 2019, 10:00 am
Horácio Dídimo - Os gigantes - Poesia
Horácio Dídimo - Os gigantes - Poesia

Os gigantes vão perdendo as forças

December 10, 2019, 7:29 pm
Fernando Pessoa - Poesia
Fernando Pessoa - Poesia

Nesta quieta solidão sem fim

November 30, 2019, 8:15 pm
Górgias de Leontinos – o pai da retórica
Górgias de Leontinos – o pai da retórica

Górgias excedeu o relativismo de Protágoras em direção ao niilismo

November 24, 2019, 12:00 pm
Platão - O mito da caverna
Platão - O mito da caverna

Os prisioneiros vão o chamar de louco

November 26, 2019, 8:08 pm