Eugenio de Andrade – Poesia


Poema
Eugênio de AndradeArtes Plásticas,Elly Smallwood,Blog do Mesquita,Pinturas

O domingo era
uma coisa pequena.
Uma coisa tão pequena
que cabia inteirinha
nos teus olhos.
Nas tuas mãos
estavam os montes
e os rios
e as nuvens.
Mas as rosas,
as rosas estavam
na tua boca.

Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: ,

Leia também:

Eugenio de Andrade - Em louvor ao fogo - Poesia
Eugenio de Andrade - Em louvor ao fogo - Poesia

Arde a luz nos vidros da ternura

September 20, 2019, 7:35 pm
Freud - A avaliação de uma civilização
Freud - A avaliação de uma civilização

Quando já se viveu por muito tempo numa civilização

August 27, 2019, 7:01 pm
Mario Cesariny - Uma Certa Quantidade - Poesia
Mario Cesariny - Uma Certa Quantidade - Poesia

como se é uma nuvem um atelier um astro...

September 6, 2019, 8:06 pm
Agostinho da Silva - Ser diferente
Agostinho da Silva - Ser diferente

A única salvação do que é diferente é ser diferente até o fim

August 29, 2019, 7:31 pm
Schopenhauer - Boa e má literatura
Schopenhauer - Boa e má literatura

O que acontece na literatura não é diferente do que acontece na vida

September 20, 2019, 7:24 pm
Carlos Drummond de Andrade - Viver
Carlos Drummond de Andrade - Viver

Isso, ou menos que isso...

September 4, 2019, 1:07 pm