Elizabeth Barrett Browning – Poesia


Ama-me por amor
Elizabeth Barrett BrowningElizabeth Barrett Browning,Poesia,Literatura,Blog do Mesquita

Ama-me, por amor do amor somente,
Não digas: Amo-a pelo seu olhar,
O seu sorriso, o modo de falar
Honesto e brando. Amo-a porque se sente

Minh’alma em comunhão constantemente
Com a sua”. Por que pode mudar
Isso tudo, em si mesmo, ao perpassar
Do tempo, ou para ti unicamente.

Nem me ames pelo pranto que a bondade
De tuas mãos enxuga, pois se em mim
Secar, por teu conforto, esta vontade

De chorar, teu amor pode ter fim!
Ama-me por amor do amor, e assim
Me hás de querer por toda a eternidade


Você pode se interessar também sobre: Marina Colasanti – Versos na tarde


Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: , ,

Leia também:

Felicidade - Frase do dia - 13/01/2017

Se existe a felicidade perfeita eu não sei, só que perto de você, eu sou perfeitamente feliz.

January 13, 2017, 9:00 am
Padre Antônio Vieira

Os Ministros da Pena Eu não sei como não treme a mão a todos os ministros de pena, e muito mais àqueles que sobre um joelho aos pés do rei...

September 28, 2018, 12:00 am
Françoise Sagan - Frase do dia - 09/11/2012

"Desejo tanto que respeitem a minha liberdade que sou incapaz de não respeitar a dos outros." Françoise Sagan

November 9, 2012, 10:02 am
Tocqueville - Frase do dia - 29/04/2015

"Em política, a comunhão de ódios é quase sempre a base das amizades." Tocqueville

April 29, 2015, 10:58 am
Carlos Drummond de Andrade - Versos na tarde

Carta Carlos Drummond de Andrade ¹ Há muito tempo, sim, que não te escrevo. Ficaram velhas todas as notícias. Eu mesmo envelheci: Olha, em relevo, êstes sinais em mim, não...

September 12, 2009, 9:00 pm
João Cabral de Melo Neto - Versos na tarde - 30/03/2018

O Cão Sem Plumas. João Cabral de Melo Neto A cidade é passada pelo rio como uma rua é passada por um cachorro; uma fruta por uma espada. O rio...

March 30, 2018, 2:55 pm