Eleições americanas; Obama culpa republicanos e MacCain promete reformas

O que mais impressiona é que tem gente que acredita no farsante afro americano e na múmia republicana. Seja qual for o resultado da eleição, nós, os Tupiniquins, – como diria o “fradim” do impagável Henfil – ô, ô, topo top!

Obama culpa republicanos e McCain promete reforma
No Estadão:
A crise nos mercados financeiros mundiais – em conseqüência da falência do banco de investimentos americano Lehman Brothers – foi tema das campanhas eleitorais dos dois candidatos à Presidência dos Estados Unidos ontem. Enquanto o republicano John McCain aproveitou para fazer promessas de reformas para enfrentar os problemas na economia, o comitê de campanha do democrata Barack Obama partiu para o ataque à política econômica dos republicanos.

Em nota, Obama disse não culpar McCain diretamente pela turbulência financeira, mas a filosofia econômica defendida pelo senador. “É uma filosofia que tivemos durante os últimos oito anos, e diz que deveríamos dar mais aos que mais têm e acreditar que a prosperidade chegará aos demais”, declarou.

“O país não pode permitir outros quatro anos dessa filosofia fracassada”, afirmou Obama, que disse estar pedindo há anos a modernização das regras financeiras para responder aos desafios do século 21 – regras que, segundo ele, protegeriam os investidores e consumidores americanos.

O senador insistiu nessa idéia durante comício no Colorado, ontem. Ele disse que McCain não entende dos apertos que a maior parte de seus compatriotas enfrenta. “Não é que eu pense que McCain não se importa com as vidas dos americanos, simplesmente acho que ele não os conhece”, afirmou. “Caso contrário, ele teria dito, há apenas algumas horas, que os fundamentos da economia ainda são sólidos?”

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e designer gráfico e digital.

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me