Educação: Pesquisa põe Brasil em topo de ranking de violência contra professores


Uma pesquisa global feita com mais de 100 mil professores e diretores de escola do segundo ciclo do ensino fundamental e do ensino médio (alunos de 11 a 16 anos) põe o Brasil no topo de um ranking de violência em escolas.

saída escola no Rio de Janeiro Foto Tânia Rego/Agência Brasil

Estudo também revelou que também revelou que apenas um em cada dez professores no Brasil acreditam que a profissão é valorizada pela sociedade.

Na enquete da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), 12,5% dos professores ouvidos no Brasil disseram ser vítimas de agressões verbais ou de intimidação de alunos pelo menos uma vez por semana.

Trata-se do índice mais alto entre os 34 países pesquisados – a média entre eles é de 3,4%. Depois do Brasil, vem a Estônia, com 11%, e a Austrália com 9,7%.

Na Coreia do Sul, na Malásia e na Romênia, o índice é zero.

O tema da violência em sala de aula foi destacado por internautas ouvidos pela BBC Brasil como um assunto que deveria receber mais atenção por parte dos candidatos presidenciais e vem gerando acirrados debates em posts que publicamos nos últimos dias nas nossas páginas de CliqueFacebookCliqueTwitter e CliqueGoogle +.[ad name=”Retangulo – Anuncios – Direita”]


Você pode se interessar também sobre: Direito do Consumidor: Carro com vício de origem rende ação após 15 anos


“A escola hoje está mais aberta à sociedade. Os alunos levam para a aula seus problemas cotidianos”, disse à BBC Brasil Dirk Van Damme, chefe da divisão de inovação e medição de progressos em educação da OCDE.

O estudo internacional sobre professores, ensino e aprendizagem (Talis, na sigla em inglês), também revelou que apenas um em cada dez professores (12,6%) no Brasil acredita que a profissão é valorizada pela sociedade; a média global é de 31%.

O Brasil está entre os dez últimos da lista nesse quesito, que mede a percepção que o professor tem da valorização de sua profissão. O lanterna é a Eslováquia, com 3,9%. Em seguida, estão a França e a Suécia, onde só 4,9% dos professores acham que são devidamente apreciados pela sociedade.

Já na Malásia, quase 84% (83,8%) dos professores acham que a profissão é valorizada. Na sequência vêm Cingapura, com 67,6% e a Coréia do Sul, com 66,5%.

A pesquisa ainda indica que, apesar dos problemas, a grande maioria dos professores no mundo se diz satisfeita com o trabalho.

A conclusão da pesquisa é de que os professores gostam de seu trabalho, mas “não se sentem apoiados e reconhecidos pela instituição escolar e se veem desconsiderados pela sociedade em geral”, diz a OCDE.
Daniela Fernandes/De Paris para a BBC Brasil

Postado na categoria: Brasil, Educação - Palavras chave: , , ,

Leia também:

Aécio e a delação da Odebretch
Aécio e a delação da Odebretch

[ad#Retangulo - Anuncios - Duplo]

August 10, 2016, 10:20 am
Mensalão: não cumprir sentença é crime - adverte Joaquim Barbosa
Mensalão: não cumprir sentença é crime - adverte Joaquim Barbosa

Ministro Lewandowski quer sustentar o insustentável. Ora, é cristalino, ministro, não ser compatível o exercício de um mandato parlamentar, por um deputado condenado em ação penal, independente do que esteja...

December 7, 2012, 10:54 am

"A única profissão desonrosa é aquela que prejudica o terceiro. A maior desonra é o preconceito."

January 3, 2010, 10:02 am
Mário Quintana - Versos na tarde
Mário Quintana - Versos na tarde

Se tu me amas Mário Quintana¹ "Se tu me amas, ama-me baixinho Não o grites de cima dos telhados Deixa em paz os passarinhos Deixa em paz a mim! Se...

July 13, 2008, 9:00 pm
Extradição de Cesare Battisti e a Constituição Federal do Brasil
Extradição de Cesare Battisti e a Constituição Federal do Brasil

Mesmo sendo uma decisão polêmica, há que ser respeitado o que está disposto na Constituição Federal do Brasil de 1988. A Constituição Brasileira não admite a extradição se a pena...

December 31, 2010, 10:55 am
PSDB financiou campanha de Cristovam Buarque contra Lula em 2006
PSDB financiou campanha de Cristovam Buarque contra Lula em 2006

"Greta Garbo, quem diria, acabou no Irajá." Mais uma vestal perde o manto da pureza. E Zé Bêdêu - o derradeiro abestado crédulo da Praça do ferreira, em Fortaleza -...

November 14, 2010, 10:20 am