Edna St. Vincent Millay – Versos na tarde – 17/07/2013


O amor não é tudo
Edna St. Vincent Millay ¹

O amor não é tudo: nem carne nem
bebida, nem é sono, lar da gente,
nem a tábua lançada para quem
se afunda e volta e afunda novamente.

O amor não pode encher o pulmão forte,
pôr osso no lugar, tratar humores,
embora tantos dêem a mão à morte
(enquanto o digo) só por desamores.

Bem pode ser, na hora mais doída,
ou da minha franqueza arrependida,
buscando alívio à dor, seja capaz

de vender teu amor por minha paz
ou trocar-te a lembrança pelo pão.
Bem pode ser que o faça. Acho que não.

Tradução: Paulo Mendes Campos


Você leu?: Oito Afirmações Marxistas Que Podem Te Surpreender


¹ Edna St. Vincent Millay
* Maine, USA – 22 de Fevereiro de 1892 d.C
+ New York – 19 de Outubro de 1950 d.C


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Leia também:

Sarah Westphal - Quase - Literatura
Sarah Westphal - Quase - Literatura

Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez

September 23, 2019, 6:00 pm
Abgar Renault - A vida tem uma faca na mão - Poesia
Abgar Renault - A vida tem uma faca na mão - Poesia

...vai sob as unhas, vai direto ao coração,

October 14, 2019, 7:15 pm
Hilda Hist - E por que haverias de querer - Poesia
Hilda Hist - E por que haverias de querer - Poesia

Mas não menti gozo prazer lascívia

October 7, 2019, 6:00 pm
Gabriel Nascente - O Grande Banquete - Poesia
Gabriel Nascente - O Grande Banquete - Poesia

Depois estrangularemos o pescoço da miséria

October 11, 2019, 7:00 pm
Thiago de Mello - A fruta aberta - Poesia
Thiago de Mello - A fruta aberta - Poesia

Aprendi contigo, amada. Aprendi com a tua beleza

September 21, 2019, 7:15 pm
Cecília Meireles - O livro da solidão - Literatura
Cecília Meireles - O livro da solidão - Literatura

Mas uma ilha deserta nem sempre é um exílio

September 26, 2019, 6:00 pm