É Froidi


DropsBebê espantado,Blog do Mesquita

Gente, por favor! Tão me gozando né?
O motorista do Júnior já ganhava 20 paus por mês, recebeu depósitos de 7 – que número! – assessores do deputado, movimentou mais de 1 milhão e passou dinheiro pra Madame.
Para daí já ir dizendo – o gerúndio nunca foi tão útil – que o motorista estava passando por problemas financeiros…

Esses minions além de cegos são impagáveis. O cara faz uma “zerda” monumental, tipo “famiglia”, e eu que provoco nojo com oposição rasteira.

Até quando a única retórica dos membros do governo Coaf, para qualquer questionamento, será “E o PT? E o Lula? E os filhos do Lula”, vai ser considerada aceitável?
Eu não tenho vagabundo de estimação.

O sujeito larga um emprego de salário estratosférico, auxílio moradia pornográfico, auxílio estudo pra prole, auxílio escova de dentes, auxílio pinico, auxílio colírio, auxílio cabeleireiro, auxílio para ter auxílio… e aí descobre que virou leão de chácara. Caso praticasse o que escreve, e alardeia, já teria pedido arrego

“De repente, não mais que de repente”… a “Coaflândia” começou a usar termos difíceis como “presunção de inocência”, “ônus da prova” e “devido processo legal”.
Mas que gente estudiosa, não?

Brasil da série “Quem pergunta quer saber”
Por quê alguém que movimenta R$1.200.000,00 em um ano, precisa de empréstimo de R$24.000,00 da madrasta do chefe, e ainda paga em 06 parcelas de R$4.000,00?

O assessor de Flavio Bolsonaro movimentou R$ 1,2 milhão, em 1 ano sacou R$ 320 mil no banco, mas pediu “40 mil emprestado” a Bolsonaro diz o próprio presidente. Essa conta não fecha. E aí?
Aí noticiam que vem aí uma delação do….Marcos Valério! Sacaram?

– Vocês da esquerda ficam torcendo pra dar errado. O governo nem começou.- Nem começou e já pegaram o motorista e a madrasta Junior envolvidos com grana suspeita.- E a presunção de inocência?
– A mesma que vocês ignoram quando acreditam em qualquer “zerda” do WhatsApp.

Postado na categoria: Comentário - Palavras chave: