Dylan Thomas – Poesia


Deita em paz tranqüilo, dorme em paz
Dylan ThomasArtes,Fotografias,Blog do Mesquita,Tim Burns
 
Deita tranquilo, dorme em paz, tu, com tua chaga
Que arde e se retorce na garganta. Por toda a noite,
Sobre o mar silencioso, escutamos os rumores
Que vêm da chaga envolta num lençol de sal.
 
Sob a lua, distante tantas milhas, estremecemos ao ouvir
O som do mar flutuando como o sangue da sonora chaga
E quando o lençol de sal se rasgou numa tempestade de canções
 
As vozes de todos os afogados nadaram sobre o vento.
Abre uma senda através da lenta vela taciturna,
Lança ao vento, na lonjura, as rotas do barco erradio
Para que se inicie a viagem ao fim de minha chaga,
 
Ouvimos ecoar o som das ondas e o que diz o lençol de sal.
Deita tranquilo, dorme em paz, esconde a boca na garganta,
Ou teremos de obedecer, e cavalgar contigo por entre os afogados.
 
Tradução de Ivan Junqueira
Fotografia de Tim Burns

Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: ,

Leia também:

Saramago - Frase do dia - 18/01/2017

“As palavras proferidas pelo coração não tem língua que as articule, retém-nas um nó na garganta e só nos olhos é que se podem ler” José Saramago

January 18, 2018, 9:45 am
Maria Antonieta - Frase do Dia

"Se não tem pão que comam Brioches" Maria Antonieta

April 29, 2011, 10:02 am

"O Papa-léguas já mudou sua única fala de Beep Beep para Tweet Tweet..."

September 5, 2010, 10:02 am
Fernando Pessoa - Versos na tarde - 22/04/2014

A Espantosa Realidade das Cousas Fernando Pessoa/Alberto Caeiro ¹ A espantosa realidade das cousas É a minha descoberta de todos os dias. Cada cousa é o que é, E é...

April 22, 2014, 9:00 pm
Gabriel Garcia Márquez - Frase do dia - 29/12/2015

"A vida de uma pessoa não é o que lhe acontece, mas aquilo que recorda e a maneira como o recorda." Gabriel Garcia Márquez

December 29, 2015, 10:02 am
Oscar Wilde - Frase do dia - 17/01/2018

“Sim, sou um sonhador. Sonhador é quem consegue encontrar o próprio caminho ao luar e, como punição, vê o alvorecer antes do resto do mundo.” Oscar Wilde

January 17, 2018, 9:45 am