loader
Arte | Poesia | Literatura | Humor | Tecnologia da Informação | Design | Publicidade | Fotografia

Direitos humanos e o comodismo retórico. terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Pau de Arara Blog do MesquitaÉ fato que na maior parte dos casos as Ongs de direitos humanos atuam de forma unilateral.

A CF garante o direito de livre associação.

Portanto qualquer pessoa pode criar uma OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, também conhecida como ONG – voltada para a defesa de direitos humanos que julgue não estarem sendo defendidos.

Esses ativistas que atuam nas organizações criticas de direitos humanos, que são acusadas de defenderem somente bandidos, são ativos, dão-se ao trabalho de ir às ruas e defenderem suas opiniões, enquanto os que se lhes opõem ficam somente na retórica abdicando de atuarem criando organizações que funcionem como contraponto.

O que eu tento explicar é que cada qual funda uma ONG de Direito Humanos para defender o quer acha certo. Que fique claro, pois essa parece ser a opinião geral, que organizações de DH não são prerrogativa somente de órgãos governamentais ou instituições públicas.

Não estou argumentado que tal esteja ou seja o certo, ou que somente bandido tenha abrigo nessas instituições. Que alguém crie uma ONG para defender as vítimas de assaltos, por exemplo. Aliás, só aqui em Fortaleza existem uma 10 Associações que trabalham em defesa de vítimas de diversos tipos de crimes. Quem se mobiliza é quem tem voz e visibilidade.

Acontece que dá um trabalho danado sair de casa e ter o “saco” de ativistas como a Rosa da Fonseca.
Acontece que o brado é mais cômodo que a ação.


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]
Compartilhe a informação:

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em administração e bacharelando em Direito. Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. É diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo do Aero Clube do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association, Usa. É membro honorário da Academia Fortalezense de Letras.

# # #

© Copyright 2018 Blog do Mesquita - Direitos Reservados. | POLÍTICA DE PRIVACIDADE | MBrasil