• mqt_for@hotmail.com
  • Brasil

CPI da Petrobras; governo tempera mais uma pizza

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Vai ao forno mais uma CPI.

Humor Cartuns Pizza CPI Petrobras

Apesar das resistências dos “cunpaêros”, a minoria conseguiu finalmente instalar a CPI da Petrobras no Senado Federal. Agora, ficaremos os Tupiniquins, sabedores que tipos de maracutaias jorram dos cofres da estatal mastodôntica.

Além do óleo saberemos que a lama jorra, também, da petrossauro, em forma de patrocínios, concorrências, no mínimo estranhas, salários astronômicos e “otras cositas mas”.

Por que o forno já está preparado para a pizza?

Simples assim!

Vejam só que gracinha, os “meninos” aprontaram. É praxe em CPIs que a presidência da comissão e a relatoria sejam ocupadas, cada uma, por representantes da situação e da oposição. Fazendo valor seu (dele) descaramento, o governo do apedeuta colocou cúmplices, desculpem correligionários, nos dois cargos.

Pasmem!

Uma CPI com o senador João Pedro (PT-AM) na presidência, e Romero Jucá de relator, só pode ser gozação, né? E de quebra, quebra? — com trocadilhos, por favor —, que tal Marcelo Crivella, o bispo, o bispo, como vice presidente?

Essa troupe, pelas norma regimentais, terá 180 dias para apurar tudo. Nem Zé Bêdêu, o derradeiro abestado crédulo da Praça do Ferreira, em Fortaleza, acredita que algo aconteça.

O risco da oposição é ter dado um tiro no pé. Afinal muita gente da oposição já sujou a mão no óleo da Petrobras. Caso comecem a pedir, como diria o imortal Odorico Paraguassu, os “patrasmente”, o bicho vai pegar. Tem muita coisa nas profundas da empresa, além do pré-sal.  Patrocínios para ONGs amigas no desgoverno de FHC, é somente uma das perfurações que podem ser feitas. Veremos, quando for apresentado um requerimento pedindo a quebra de sigilo da ONG criada por Ruth Cardoso, o que acontecerá. Ah, não esqueçamos que o genro de FHC foi presidente da estatal.

Quem deve ter “a d o r a d o” a criação da pizzaria é o marimbondo de fogo, o “esquecido” Saney. O soba do Maranhão e os beneficiários dos atos secretos vão servir ao povaréu pão e circo. E pizza. Naturalmente.

O editor

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em administração e bacharel em Direito. Pós-graduado em Direito Constitucional. Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. É diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo do Aero Clube do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association, Usa. É membro honorário da Academia Fortalezense de Letras.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me