Carlinhos Cachoeira e a Veja


Sites e blogs questionam as ligações de diretor da Veja com Carlinhos Cachoeira

[ad#Retangulo – Anuncios – Esquerda]Em vários sites e blogs surge avassaladoramente mais um detalhe do escândalo do empresário-bicheiro Carlinhos Cachoeira: questiona-se por que a revista Veja noticia em sua edição online a infiltração política do contraventor, esquece de imprimir na própria revista.

E a explicação certamente está nas 200 ligações entre o jornalista Policarpo Jr., diretor da sucursal de Brasília, e o próprio Cachoeira.

O primeiro blog a noticiar foi o jornalista Luis Nassif, que divulgou a existência dos registros das gravações em que Policarpo passava a Cachoeira informações sobre o que iria sair na revista, ouvia ideias de pautas e recebia elogios de sua fonte.

Segundo o site 247, “na prática, ambos compunham um circuito privilegiado de relações entre o submundo da ilegalidade e a alta mídia acima de qualquer suspeita”. Mas será mesmo?


Você leu?: Mineração de pequena escala, impacto ambiental de grande escala


Detalhe: Policarpo foi recém-nomeado para a cúpula da publicação, no cargo de redator-chefe, dividido com outros dois profissionais e o diretor da sucursal da revista em Brasília.

A notícia sobre o flagrante nas relações entre um de seus profissionais de ponta e um criminoso procurado pela Justiça, preso na Operação Monte Carlo, da PF, parece ter assustado o comando da Veja.

Procurado pelo site 247, o diretor de redação Eurípedes Alcântara não quis dar entrevista.

“Ele não tem dado muita sorte com redatores-chefes ultimamente.

Em dezembro, precisou demitir do cargo seu antigo parceiro Mario Sabino, abatido por traquinagens como a de coordenar uma reportagem que terminou numa delegacia de polícia, sob acusação de invasão de domicílio.

O profissional que deveria substituí-lo, o jornalista André Petry, chefe do escritório da revista em Nova York, foi barrado por Eurípedes que, no melhor estilo dividir para reinar, conseguiu a nomeação de três colaboradores para a mesma função.

Entre eles, o grampeado Policarpo”, informa o site 247.

A verdade é que os sites e blog ligados ao Planalto (e custeados pelo governo, por coincidência, é claro) estão fazendo um carnaval.

Mas é preciso saber se Cachoeira era apenas um informante do jornalista ou se as relações entre os dois eram mais “profissionais” como as do senador Demóstenes Torres, se é que vocês estão me entendendo, como dizia o colunista Maneco Muller.

Vamos aguardar para ver até aonde isso chega.

É preciso ouvir e publicar as transcrições das gravações e tudo o mais, antes de massacrar o jornalista.

Como se sabe, o blog de Nassif é sustentado pelo governo e o jornalista é detentor de uma pesada dívida no BNDES.

Já o site 247 tem entre seus colabodores fixos o ex-ministro José Dirceu e outras figuras do PT, inclusive o intelectual Delúbio Soares.

No meio dessa bagunça, uma constatação: como é bom trabalhar num Blog independente como o da Tribuna, hein?
Carlos Newton/Tribuna da Imprensa

Postado na categoria: Brasil, Internet, Mídia - Palavras chave: , , , , , , , , , , , ,

Leia também:

Salve 2021
Salve 2021

January 1, 2020, 3:10 am
Açaí; você prefere com granola, banana ou trabalho infantil?
Açaí; você prefere com granola, banana ou trabalho infantil?

A  profissão de peconheiro está entre as mais perigosas do país.

January 10, 2020, 12:20 pm
Mineração de pequena escala, impacto ambiental de grande escala
Mineração de pequena escala, impacto ambiental de grande escala

Os crimes contra o meio ambiente têm recebido cada vez mais atenção

January 16, 2020, 12:36 pm
O que os deputados e senadores mais ricos do Brasil pensam sobre a desigualdade tributária
O que os deputados e senadores mais ricos do Brasil pensam sobre a desigualdade tributária

Dando vida à máxima de que dinheiro atrai dinheiro

January 15, 2020, 11:10 am
Comunidade indígena vítima de aplicação de agrotóxico será indenizada
Comunidade indígena vítima de aplicação de agrotóxico será indenizada

Não é permitida a aplicação aérea de agrotóxicos em áreas situadas a uma distância mínima de quinhentos metros de povoações.

January 17, 2020, 12:56 pm
A Maldição do Ouro Negro
A Maldição do Ouro Negro

Há registros da utilização do petróleo há 4.000 a.C.

December 27, 2019, 12:30 pm