Camões


Camões,Poesia,Portugal,Literatura,InvejaOnde Há Inveja, não Há Amizade

Grande trabalho é querer fazer alegre rosto quando o coração está triste: pano é que não toma nunca bem esta tinta; que a Lua recebe a claridade do Sol, e o rosto, do coração. Nada dá quem não dá honra no que dá: não tem que agradecer quem, no que recebe, a não recebe; porque bem comprado vai o que com ela se compra. Nada se dá de graça o que se pede muito.
 
Está certo! Quem não tem uma vida tem muitas. Onde a razão se governa pela vontade, há muito que praguejar, e pouco que louvar. Nenhuma cousa homizia os homens tanto consigo como males de que se não guardaram, podendo. Não há alma sem corpo, que tantos corpos faça sem almas, como este purgatório a que chamais honra; donde muitas vezes os homens cuidam que a ganham, aí a perdem. Onde há inveja, não há amizade; nem a pode haver em desigual conversação. Bem mereceu o engano quem creu mais o que lhe dizem que o que viu. Agora, ou se há-de viver no mundo sem verdade, ou com verdade sem mundo. E para muito pontual, perguntai-lhe de onde vem; vereis que algo tiene en el cuerpo, que le duele. Ora temperai-me lá esta gaita, que nem assim, nem assim achareis meio real de descanso nesta vida; ela nos trata somente como alheios de si, e com razão: 

Pois somente nos é dada 
para que ganhemos nela 
o que sabemos. 
Se se gasta mal gastada, 
juntamente com perdê-la, 
nos perdemos. 

Enfim, esta minha Senhora, sendo a cousa por que mais fazemos, é a mais fraca alfaia de que nos servimos. E se queremos ver quão breve é, 

ponderemos e vejamos 
que ganhamos em viver 
os que nascemos: 
veremos que não ganhamos 
senão algum bem fazer, 
se o fazemos. 

E, por isso, respeitando 


Você leu?: Alice Ruiz – Se por acaso a gente se cruzasse


que o porvir tal será, 
entesouremos ; 
porque [ao certo] não sabemos 
quando a morte pedirá 
que lhe paguemos. 

Nunca vi cousa mais para lembrar, e menos lembrada, que a morte; sendo mais aborrecida que a verdade, tem-se em menos conta que a virtude. Mas, contudo, com seu pensamento, quando lhe vem à vontade, acarreta mil pensamentos vãos; que tudo para com ela é um lume de palhas. Nenhuma cousa me enche tanto as medidas para com estes que vivem na maior bonança, como ela; porque quando lhe menos lembra, então lhe arranca as amarras, dando com os corpos à costa; e se vem à mão, com as almas no inferno, que é bem ruim gasalhado: 

E pois todos isto temos, 
não nos engane a riqueza, 
por que tanto esmorecemos, 
e trás que vamos; 
já que temos a certeza 
que, quando mais a queremos, a deixamos. 

Gastamos em alcançá-la 
a vida; e quando queremos 
usar dela, 
nos tira a morte lográ-la; 
assim que a Deus perdemos 
e a ela. 

Luís Vaz de Camões, in “Cartas” 

Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: , , , ,

Leia também:

Fernando Pessoa - Arte e Sensibilidade
Fernando Pessoa - Arte e Sensibilidade

Toda a arte se baseia na sensibilidade

August 4, 2019, 4:16 pm
J.G de Araujo Jorge - Pressentimento
J.G de Araujo Jorge - Pressentimento

Pressentimento J.G de Araujo Jorge O fim do nosso amor pressenti – na agonia das tuas próprias cartas, rápidas, pequenas… – se nem tantas, com carinho imenso te escrevia tão...

August 1, 2019, 5:00 pm
Manoel de Barros - Soberania
Manoel de Barros - Soberania

...mas o vento escorregava muito...

August 5, 2019, 8:00 pm
Marcel Proust - Mentimos para proteger o nosso prazer
Marcel Proust - Mentimos para proteger o nosso prazer

Mentimos para Proteger o nosso Prazer A mentira é essencial à humanidade. Nela desempenha porventura um papel tão importante como a procura do prazer, e de resto é comandada por...

August 16, 2019, 11:00 am
Aldous Huxley - A verdadeira religião é individual e não social
Aldous Huxley - A verdadeira religião é individual e não social

A verdadeira religião é individual e não social É possível que a religião da solidão seja de certa maneira superior à religião social e formalizada. O que é certo é...

July 31, 2019, 2:51 pm
Immanuel Kant - A Preguiça como obstáculo à liberdade
Immanuel Kant - A Preguiça como obstáculo à liberdade

É tão cômodo ser menor.

August 11, 2019, 7:02 pm